Sartori faz Emendapalooza para divulgar “doação” de tratores no RS

Vendido como “maior entrega de máquinas agrícolas da história”, megaevento foi realizado no Parque de Exposições Assis Brasil.

Um grande evento nesta sexta-feira marcou a entrega de centenas de máquinas e implementos agrícolas para 336 municípios do Rio Grande do Sul. Divulgada com pompa nas redes sociais e sites do Governo RS, a solenidade terá a presença de diversas autoridades e provavelmente boa parte dos 31 deputados federais que fizeram a vaquinha com emendas para a compra destes equipamentos.

Segundo a comunicação do governo, o valor total do investimento é de R$ 72.237.434,28, dos quais R$ 69.527.435,28 são oriundos de emendas parlamentares e o restante, R$ 2,7 milhões, são de contrapartidas do Estado. Este tipo de maquinário fica em poder das prefeituras e suas secretarias de obras ou agricultura e serve para prestar serviços nas áreas rurais.

É praticamente um festival de marketing político. Uma Emendapalooza.

A distribuição de emendas parlamentares é ouro no mundo político e agita o marketing de toda a cadeia produtiva do poder nas três esferas: deputados federais e senadores liberam cotas dos impostos para projetos nos currais eleitorais, e toda a sorte de envolvidos lucra com o ato. O próprio “doador” do recurso, o vereador ou deputado local, os secretários municipais e até mesmo o jornal que divulgou a típica chamada “Deputado Fulano envia 50 mil para hospital”. Ocultando a posição de mediador burocrático entre o imposto pago e o bem ou serviço recebido, o político é visto como um  salvador da pátria.

No evento da Expointer, um verdadeiro clube da emenda parlamentar une forças com o governador Sartori para, às vésperas de uma eleição, distribuir 576 máquinas, colocar um grande número destas lado a lado no pátio do parque, fazer fotos e lucrar politicamente. A possibilidade de enviar estas máquinas diretamente para as prefeituras, fazer acordos com as revendas regionais para as entregas nos municípios ou mesmo abandonar estas práticas e devolver mais dinheiro dos impostos através do ICMS para os municípios está descartada.

Se um Brasil melhor depende da renovação significativa do Congresso, a revisão destes procedimentos com dinheiro público tem importância superior.

A lista completa dos equipamentos fornecidos você confere neste link.

 

Previous ArticleNext Article

Responder