Vereador sugere criação de lei, mas descobre que ela já existe…

Vereador sugere criação de lei, mas descobre que ela já existe...

O vereador Ronaldo Rosa usou seu espaço na Tribuna da Sessão Plenária do dia 18/04/2018, na Câmara de Vereadores de Passo Fundo, para elogiar Porto Alegre pelo Projeto Bota-Fora, quando são recolhidos móveis que não são mais utilizados e depois distribuídos para famílias carentes. Querendo que o modelo fosse seguido na cidade, se surpreendeu ao descobrir legislação em Passo Fundo sobre isso, mas que não é cumprida. 

Acompanhe o trecho da fala do vereador:

Claro que as intenções do vereador são boas. Em outras Sessões, inclusive, já havia feito menção ao tema. Não são poucas as pessoas que trocam seus móveis e não têm onde colocar os antigos. Na rua, a coleta seletiva não faz o descarte desse material, sobretudo pelo volume. sabemos que o lixo de um pode ser o luxo de outro. 

A situação, embora no mínimo curiosa, talvez engraçada para muitos, reflete um problema vivido no Brasil: o excesso de leis. Certamente é difícil para um vereador conhecer todo o corpo legislativo municipal. Muitas leis em vigor, sobretudo as mais antigas, acabam sendo esquecidas não só em função do tempo, mas pelo desuso.

Talvez isso possa servir de lição para os vereadores que fazem dos seus mandatos um ato contínuo de criação de leis que a população nem sequer irá cumprir. Ainda vigora no imaginário nacional a ideia de que as leis vão resolver os problemas do país. Isso não é verdade. O Brasil é um caso concreto, ficando claro que esse modelo deve ser substituído imediatamente. 

Previous ArticleNext Article

Responder