Entre em contato
Roda Bixa Roda Bixa

Estaduais/RS

Eduardo Leite deixa o Rio Grande do Sul de portas abertas para a sexualização da infância

Publicado

on

Governador ficou indignado com o veto de prefeitura catarinense contra a realização do projeto Ações para Existir e o Criança Viada Show

Como se não bastassem todos os problemas do Rio Grande do Sul e o caos provocado pela pandemia, Eduardo Leite continua na busca de outras brigas para aparecer no cenário nacional, misturando seus desejos pessoais com o trabalho que aceitou em 2018: governar o Rio Grande.

Entenda o caso

Um projeto artístico com o título “Criança viada show – vídeo e podcast”, do proponente Daniel Olivetto, foi selecionado no edital 011/2020 da Prefeitura de Itajaí e contemplado com o valor de R$ 10 mil, recurso da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. O documento com o resultado do certame foi publicado em 4 de dezembro de 2020.

roda bixa

Com o início da divulgação da live por parte dos organizadores , as redes sociais reagiram negativamente ao conteúdo. Vários políticos usaram o Twitter para falar sobre o projeto, sendo o ápice uma sequência de tweets do Secretário Especial de Cultura do Governo Federal, Mário Frias:

“É lamentável que os recursos, repassados devido a imposição da Lei Aldir Blanc, sejam usados para fins políticos/ideológicos, e não para seu real motivo, o financiamento da cultura.”

“A lei não me permite controlar os editais lançados pelos estados e municípios, mas, para mim, há um claro desvio de objeto, e a aplicação do recurso com conteúdo que não tem a ver com as manifestações culturais.”

“Roda bixa, roda hétero ou roda alienígena não tem relação com os aspectos e manifestações da nossa cultura. Verificarei mais a fundo essa questão, para ver como será juridicamente possível garantir que os recursos da cultura não sejam aplicados para outros fins.”

Com toda a repercussão do caso, o prefeito de Itajaí determinou a suspensão da exibição da live do projeto cultural “Ações Para Reexistir” e destituiu os membros da comissão responsável pela seleção.

Verdade seja dita, o prefeito levou mais de 5 meses para saber da existência do projeto ou pelo menos considerar ruim o conteúdo.

O projeto

Segundo o próprio site:

Primeira ação do projeto “Ações para Reexistir – Pesquisa e Criação Interdisciplinar”, desenvolvido pelo ator Daniel Olivetto desde 2019, “Criança Viada Show” é um podcast/webserie que reflete de forma divertida e sensível sobre traumas de infância, resistência LGBTQIA+ e sobre uma possível reconstrução do passado.

Nesta série, destinada ao público adulto, Daniel Olivetto, artista e produtor cultural gay, busca estreitar laços com outros artistas gays de diferentes linguagens que em sua produção são atravessados por temáticas de gênero e sexualidade e/ou pela pesquisa sobre memória e representatividade LGBTQIA+. O podcast/webserie foi criado por Olivetto em parceria com a musicista, sound designer e iluminadora Hedra Rockenbach, que assina ainda a ambientação sonora e a finalização de áudio e vídeos dos episódios.

Integram a programação como convidados os atores Jônata Gonçalves e Renato Turnes, o artista visual Osmar Domingos, os atores-dançarinos Mauro Filho e Leandro Cardoso (Karma Coletivo) e o ator Arthur Gomes, também conhecido como Drag Suzaninha.

Ou seja, o “Criança Viada” é apenas a primeira ação de algo maior, já em desenvolvimento desde muito tempo. O domínio do projeto foi registrado na internet em novembro de 2019. A transmissão cancelada seria no sábado, 15 de maio.

A reação do organizador

comunicado-daniel-olivetto

Comunicado oficial – Criança Viada Show. Acesse neste link.

Daniel Olivetto postou um longo desabafo em vídeo no Facebook. Explica o que é o projeto e reclama de distorções sobre o termo “Criança Viada”, originado em um Tumbler criado pelo artista Iran de Jesus Giusti em 2012, o qual – segundo ele –  “diferentes adultos, de diferentes partes do país, postavam fotos divertidas suas de crianças em poses afeminadas, com trejeitos afeminados, fazendo uma brincadeira com o processo que é altamente traumático para nós artistas e pessoas homossexuais”. Daniel segue com considerações sobre a infância e relembra a censura da Queermuseu no Santander Cultural. “A gente vira alvo fácil de grupos conservadores que querem distorcer esta noção”, adicionou o artista e ativista, que trabalha com teatro para crianças e afirma que o “Criança Viada” foi feito por adultos para adultos”, com muito cuidado.

nota

Nota de esclareciemto do projeto: “Somos artistas, somos gays, somos pesquisadores, somos produtores, somos resistência”.

O projeto é ideológico

Por trás desta simples live, uma forte camada ideológica explícita em todos os canais, próprios ou endossados, relacionados ao trabalho. Ainda no site oficial, o Criança Viada lembra que o título é um termo polêmico e distorcido em tempos de fascismo. Para o site Diversar, Daniel disse que “A gente mergulhou nessas memórias e percebemos que tivemos a chance de reconstruir nossas vidas. Isto por si só representa muito. Vivemos no país que mais mata pessoas LGBTQIA+ no mundo. Chegar à vida adulta e poder falar sobre isto é um privilégio e um dever”. O mantra dos ativistas e até mesmo da Rede Globo que repete eternamente que o Brasil é o país que mais mata LGBTs já foi desmentido até por agências de checagem (aquelas agências que dizem o que é certo ou errado nas redes sociais).

 

Eduardo Leite não gostou

O lamento da distante Itajaí ecoou no Palácio Piratini. Eduardo Leite deu uma pausa nos seus afazeres para dedicar solidariedade aos ativistas gays de Santa Catarina e publicou no Twitter que lamenta a “censura” e vai colocar os órgãos culturais do estado à disposição do projeto.

eduardo-leite-defesa-ativistas-gays

O lamento de Eduardo Leite e a promessa do uso dos nossos recursos para fazer justiça ao projeto. Incrível.

Resumindo

É notório que os ativistas estão colocando suas crenças e visão de mundo na arte, e não há qualquer problema nisso. Todo dia somos bombardeados por opiniões divergentes, estúpidas ou que valem uma discussão, dentro do ambiente democrático. O problema está na forma ambígua da apresentação (ainda que os responsáveis se desdobrem na retórica) ao misturar com deboche os temas infância e sexualidade, dentro de um contexto onde o fechamento da Queermuseu – aquela proposta de exposição sexual e profanação de símbolos religiosos com porteira aberta para o público infantil – por exemplo, é condenado.  É impossível dar o benefício da dúvida.

E, por falar em dúvida, toda esta discussão surgiu por conta do uso de R$ 10 mil em dinheiro público? Se fosse dinheiro privado, tudo estaria ok? É hora de fazer uma reflexão sobre a vigilância e a defesa de pautas conservadoras (no real sentido da palavra) que só aparecem quando alguém fala na rede social.

Bônus especial

Wesp, preocupado com as crianças em novembro de 2018. Fonte: Instagram.

Devemos esperar sentados o pronunciamento do “deputado por Passo Fundo” Mateus Wesp condenando o posicionamento do governador e colega de partido? Wesp fez carreira na defesa da família, contra a ideologia de gênero e assuntos correlatos, em apaixonados discursos pelas tribunas locais. Quem viveu, lembra.

Veja também

Santander Cultural promove pedofilia, pornografia e arte profana em Porto Alegre

Defensora da Queermuseu é a nova Secretária de Cultura do RS

Governo Eduardo Leite: Dinheiro público para financiar ideologia de gênero no RS

Eduardo Leite, Mateus Wesp, Unesco e Ideologia de Gênero: o que está por trás deste acordo?

 

Estaduais/RS

Proibido beijar a noiva? As regras sociais do governo gaúcho estão virando piada

Publicado

on

proibido beijar a noiva

Governo Eduardo Leite alerta casais “pensando em marcar casamento” sobre o que pode e o que não pode nos eventos sociais

Segundo a burocracia estatal gaúcha em tempos de pandemia, casamentos estão abaixo das regras para “Eventos Infantis, Sociais e de Entretenimento”, CNAE 82,90, 91, 92, 93, com classificação de risco alto.

O aviso ameaçador para quem está pensando em celebrar o arriscado casamento foi publicado nas redes sociais do Governo RS. No site do sistema 3As de monitoramento, os protocolos gerais obrigatórios exigem usar máscara, bem ajustada e cobrindo boca e nariz e manter preferencialmente 2 metros de distância de outras pessoas e nunca menos que 1 metro. Beijar a noiva está fora de questão? Parece que sim.

casamento

A postagem no Facebook você acessa aqui.

Não-vacinados também estão proibidos de casar, ou melhor, de festejar o casamento. Segundo a Portaria SES 391/2021, é obrigatório “Apresentação de Comprovante de Vacinação Oficial (CONECTE SUS) de acordo com calendário de vacinação estadual para público e trabalhadores (Informe Técnico CEVS/SES nº 16/2021);”.

As exigências, na íntegra, você confere neste link.

Para não casar de forma ilegal, a noiva terá a maquiagem borrada por uma máscara, não poderá beijar o noivo e nem mesmo receber abraços dos padrinhos, amigos e parentes. Em meio a uma pandemia que vira do avesso a vida social, regras confusas assim (e que pouca gente respeitará) só servem para gerar ainda mais descrédito na população ou pior: obediência cega em detalhes cada vez mais específicos daqueles que amam o governo em todas as suas façanhas.

Veja também

O pós-pandemia: o que esperar dos próximos anos?

 

Continue Lendo

Estaduais/RS

Governo do RS vai gastar R$ 2 milhões em passarelas de anfíbios

Publicado

on

A vereadora Ada Munaretto (PL) denunciou o caso na Sessão Plenária do dia 3 de novembro na Câmara de Vereadores de Passo Fundo

É certo que um gestor público deve tomar decisões acerca de onde investir os escassos recursos estatais, pois as demandas não param. No entanto, é curiosa a menção feita pela vereadora Ada Munaretto (PL) na Sessão Plenária do dia 3 de novembro:

 

Em matéria divulgada no site do Daer ( Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem, vinculado à Secretaria de Logística e Transportes), a informação pode ser confirmada. De acordo com a reportagem, a construção de seis passagens de fauna na Rota do Sol (ERS-486), em Itati, foram iniciadas no dia 4 deste mês. As estruturas subterrâneas serão implantadas no trecho da Reserva Biológica Estadual Mata Paludosa, provocando alterações no tráfego por um período de 20 dias.

“A ação é resultado de estudos realizados pela autarquia entre outubro de 2017 e março de 2018 que revelaram os dados de acidentalidade e atropelamentos de animais silvestres no trecho. O levantamento, determinado por uma ação civil pública, apontou que três espécies de anfíbios existentes no local integram o grupo de animais ameaçados de extinção listados pelo Decreto Estadual 51.797 de 2014. É o caso da perereca-castanhola (Itapotihyla langsdorffii), perereca-risadinha (Ololygon rizibilis) e perereca-macaca (Phyllomedusa distincta).”

De acordo com o biólogo Luiz Carlos de Lima Leite, da Superintendência de Meio Ambiente, as obras vão colaborar para a redução dos índices de mortalidade dos anfíbios, que correspondem a 90% das ocorrências. O diretor de Operação Rodoviária, Sandro Wagner dos Santos, explica que os trabalhos serão realizados com a maior celeridade possível e solicita a compreensão dos motoristas ao trafegarem no trecho durante o mês de novembro. Os serviços coordenados pelo Daer serão executados pela empresa Invicta Engenharia e integram o Programa de Monitoramento de Fauna, vinculado ao licenciamento ambiental da Rota do Sol.

Ao todo, cerca de R$ 2 milhões estão sendo investidos nas ações de proteção à fauna na rodovia, conforme informado pelo diretor-geral do Daer, Luciano Faustino.

Continue Lendo

Estaduais/RS

Com diárias de R$ 2.300,00, Eduardo Leite leva comitiva de assessores para a Escócia

Publicado

on

eduardo leite leva

Governador e equipe foram participar da COP 26, Conferência Anual da ONU sobre o Clima

Nosso governador e pré-pré-candidato a Presidência da República foi voar as tranças na Escócia, onde participa da COP26 – conferência da ONU que discute questões climáticas.

É normal ver delegações de governos nacionais nesses eventos, mas o Rio Grande está lá como Estado mesmo, na categoria chamada de “Governos Subnacionais”, para (palavras do governador) mostrar as ações do Rio Grande do Sul no enfrentamento das questões climáticas.

Cada acompanhante da empreitada climática tem direito a 2, 4 ou 8 diárias especiais de 360 euros, o equivalente a R$ 2.331,56 no câmbio de hoje. Os deslocamentos principais são para o período de 1 a 6 de novembro de 2021. Abaixo, os lançamentos no Diário Oficial do Estado com os nomes de alguns integrantes da comitiva e suas funções ou razões para acompanhar o governador:

DO de 26/10/2021

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições, nos termos do inciso I, artigo 2º do Decreto nº 40.879/01 e tendo em vista o que consta no Processo nº 21/0811-0001438-1, AUTORIZA o afastamento da Servidora SUZY RESENDE SCARTON, Id. Func. 4547799/01, lotada na Secretaria da Comunicação, para, no período de 01-11-2021 até 06-11-2021, viajar a Escócia, a fim de assessorar jornalisticamente o Senhor Governador na Missão Glasgow – Clima COP26, sem prejuízo de seus vencimentos e demais vantagens, com direito ao pagamento de 1,0 (uma) diária regulamentar e 4,0 (quatro) diárias especiais no valor de € 360,00/dia, passagens aérea de ida e volta e despesas com descolamento terrestre.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições, nos termos do inciso I, artigo 2º do Decreto nº 40.879/01 e tendo em vista o que consta no Processo nº 21/0811-0001439-0, AUTORIZA o afastamento do Servidor MAURÍCIO BOZZI TONETTO, Id. Func. 4406702/02, lotado na Secretaria da Comunicação, para, no período de 01-11-2021 até 06-11-2021, viajar a Escócia, a fim de assessorar jornalisticamente o Senhor Governador na Missão Glasgow – Clima COP26, sem prejuízo de seus vencimentos e demais vantagens, com direito ao pagamento de 1,0 (uma) diária regulamentar, 4,0 (quatro) diárias especiais no valor de € 360,00/dia, passagens aérea de ida e volta e despesas com descolamento terrestre.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições, nos termos do inciso I, artigo 2º do Decreto nº 40.879/01 e tendo em vista o que consta no Processo nº 21/0801-0002516-4, AUTORIZA o afastamento do Secretário Chefe da Casa Civil ARTUR DE LEMOS JÚNIOR, Id. Func. 3049698/07, para, no período de 01-11-2021 até 06-11-2021, viajar a Escócia, a fim de Acompanhar o Governador do Estado na Comitiva Missão Glasgow – Clima COP26, sem prejuízo de seus vencimentos e demais vantagens, com direito ao pagamento de 1,0 (uma) diária regulamentar e 4,0 (quatro) diárias especiais no valor de € 360,00/dia, passagens aérea de ida e volta, despesas com descolamento terrestre, ressarcimento do seguro viagem e de Testes do COVID-19.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições, nos termos do inciso I, artigo 2º do Decreto nº 40.879/01 e tendo em vista o que consta no Processo nº 21/0804-0000518-5, AUTORIZA o afastamento do Major EUCLIDES MARIA DA SILVA NETO, Id. Func. 2331772, lotado na Casa Militar da Governadoria, para, no período de 01-11-2021 até 06-11-2021, viajar a Escócia, a fim de Acompanhar o Governador do Estado na Comitiva Missão Glasgow – Clima COP26, sem prejuízo de seus vencimentos e demais vantagens, com direito ao pagamento de 1,0 (uma) diária regulamentar e 2,0 (duas) diárias especiais no valor de € 360,00/dia, passagens aérea de ida e volta, despesas com descolamento terrestre, ressarcimento do seguro viagem e de Testes do COVID-19.

DO de 3/11/2021:

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições, nos termos do inciso I, artigo 2º do Decreto nº 40.879/01 e tendo em vista o que consta no Processo nº 21/0567-0001134-0, AUTORIZA o afastamento da Servidora ISA CARLA OSTERKAMP, Id. Func. 4594916/01, lotada na Fundação Estadual de Proteção Ambiental – FEPAM, vinculada à Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura, para, no período de 02-11-2021 até 11-11-2021, viajar a Glasgow e Edimburgo/Escócia, a fim de participar da Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, sem prejuízo de seus vencimentos e demais vantagens, com direito ao pagamento de 8,0 (oito) diárias especiais no valor de € 360,00/dia, 1,0 (uma) diária regulamentar, passagens aéreas de ida e volta e despesas com descolamento terrestre.

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições, nos termos do inciso I, artigo 2º do Decreto nº 40.879/01 e tendo em vista o que consta no Processo nº 21/0567-0001132-3, AUTORIZA o afastamento da Presidente da Fundação Estadual de Proteção Ambiental MARJORIE KAUFFMANN, Id. Func. 2961040/02, Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura, para, no período de 02-11-2021 até 11-11-2021, viajar a Glasgow e Edimburgo/Escócia, a fim de participar da Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, sem prejuízo de seus vencimentos e demais vantagens, com direito ao pagamento de 8,0 (oito) diárias especiais no valor de € 360,00/dia, 1,0 (uma) diária regulamentar, passagens aéreas de ida e volta e despesas com descolamento terrestre.

leite highlander

Só pode haver um: nossos tucanos brincam de highlanders na Escócia ao custo do pagador de impostos, que perde a cabeça para fechar as contas do mês. O desempenho dos dois contará pontos nas prévias? Vamos aguardar os raios.

 

Sim, Dória também foi. Mas isso é coisa para os paulistas cuidarem.

São pelo menos R$ 70 mil em “diárias especiais”, sem contar passagens e estadias. Como nesses casos sempre há “algo mais” e procurar as informações na Transparência é sempre difícil para eventos recentes ou em andamento, o gasto para Leite apresentar suas façanhas na ONU poderá bater fácil os R$ 250 mil. Ao final do penúltimo ano de governo, promessa da não-tentativa de reeleição e abertamente pré-candidato ao Planalto em 2022, Leite quer mesmo é aparecer, às custas dos impostos pagos pelos gaúchos.

 

Veja também

 

Os deputados estaduais eleitos por Passo Fundo campeões nos gastos com diárias

 

Continue Lendo

Assine nossa newsletter

* indicates required

Mais Acessados

Copyright © 2021. Lócus Online.