Entre em contato

Nacionais

Ana Amélia Lemos está fazendo um sacrifício eleitoral potencialmente inútil

Publicado

on

É preciso reconhecer que Ana Amélia Lemos é uma mulher corajosa. Não é qualquer um que deixe de lado uma reeleição certa para embarcar em um projeto cujo resultado é indeterminado. A senadora gaúcha aceitou ser vice de Geraldo Alckmin, que continua estacionado com apenas um dígito nas pesquisas de intenção de voto para presidente. Analisado a fundo, entretanto, seu apoio pode não render muito mais do que prestígio para um candidato que precisa desesperadamente de mais votos.

Se há algo de positivo para Alckmin em sua aliança com Ana Amélia, é o fato de ela emprestar credibilidade para uma coligação que vinha sendo fortemente criticada por abraçar o chamado “Centrão”, bloco de partidos de caráter abertamente fisiológico. Outro fator é importante é o perfil da vice. Independente e combativa, ela foi uma das mais enfáticas defensoras do impeachment de Dilma Rousseff. Isso tudo, no entanto, não significa que o tucano ampliará sua base.

Em termos eleitorais, Ana Amélia não agrega tanto quanto aparenta. O grande desafio de Alckmin, assim como o de todos os candidatos que não estejam gravitando em torno de Lula, é crescer no Nordeste. Nessa região, o apoio a eles é irrisório. Ao compor com uma liderança da região Sul, a chapa do PSDB acaba ficando com um perfil excessivamente parecido. Um nome como ACM Neto, que é bem avaliado como prefeito de Salvador, seria muito mais atrativo do ponto de vista estratégico, já que abriria uma frente importante na Bahia, Estado que tem consagrado candidatos petistas nas eleições presidenciais e que tem um considerável colégio eleitoral.

A vice de Alckmin pode até não render novos votos para ele, mas o fortalece sendo uma aliada ética e de posicionamentos firmes. Por sua vez, Ana Amélia entrega seu posto no Senado em nome da mera expectativa de um resultado positivo na eleição presidencial mais imprevisível da história recente do país. No fim das contas, ela poderá acabar fazendo um sacrifício eleitoral potencialmente inútil.

Se você gostou deste artigo ou de outros de nossos materiais, clique no link abaixo apoie Lócus fazendo uma assinatura anual. Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivo.

Continue Lendo
7 Comments

7 Comments

  1. Fabiano Franken

    3 de agosto de 2018 at 21:17

    ACORDA POVO – OS POLITICOS NAO PRECISAM DO SEU VOTO; PRECISAM DA SUA ASSINATURA ELEITORAL PARA MANTER O SISTEMA COMUNISTA!!! TODOS PARTIDOS ESTÃO JUNTOS – ALIADOS A SERVIÇO DO SOCIALISMO COMUNISTA, HÁ DECADAS!!!

    ESSE É APENAS UM DOS EXEMPLOS DA ORGANIZAÇÃO POLITICA CRIMINOSA!!!
    TODOS OS PARTIDOS ESTÃO REPLETOS DE COMUNISTAS!!!
    OBSERVE… OS CANDIDATOS, SEUS VICES – SEUS PARTIDOS E COLIGAÇÕES!!!

    UNIÃO BRASILEIROS: A LEGENDA QUE PRECISA SER VOTADA É UMA SÓ – E NO GRITO: SOS FFAA JÁ!!!
    ELEIÇÃO SEM FAXINA GERAL NOS 3 PODERES – É CRIME!!!

  2. Baderelson Euler

    3 de agosto de 2018 at 21:33

    Estar ao lado de uma aliança política poderosa, que deve eleger o maior número de governadores e a maioria no Congresso, com a possibilidade de ser vice-presidente de um homem sereno e educado, que dará a ela todo o espaço para trabalhar como vice-presidente? Isso é “potencialmente inútil”, por causa de pesquisas conduzidas antes mesmo da campanha começar? O autor do texto está muito, mas muito distante, da realidade política do Brasil.

  3. Mauricio Mentz

    3 de agosto de 2018 at 21:44

    Quem se associa a a este tipo de político não é corajoso. E espero que continuem com um dígito nas urnas também

  4. Lidiane Alves

    3 de agosto de 2018 at 21:53

    Sacrifício para si próprio!

  5. Guilherme Afonso Ferreira

    3 de agosto de 2018 at 22:26

    Social Democrata é tão escroto quanto PT, PSOL, PCdoB e outros M.

Deixe um Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2021. Lócus Online.