Agradeça Barroso, OAB, PT, imprensa e moralistas de plantão pela tungada na saúde e na educação

Cite de cabeça quem foram os maiores propositores do financiamento público de campanha? Se você mencionar o ministro Luis Roberto Barroso, OAB, PT, parte considerável da imprensa e os moralistas de plantão, estará certo. Segundo eles, o financiamento privado de campanha constituía fato gerador de corrupção. Era necessário se livrar dele e instituir outro modelo que, além aprimorar nossa democracia, diminuísse a roubalheira. A solução: usar dinheiro do erário para bancar a conta.

O jornal “O Estado de São Paulo” fez levantamento mostrando como o fundo eleitoral vai impactar na área social. Serão remanejados R$ 121,8 milhões da educação e R$ 350,5 milhões da saúde. Os recursos são originários das emendas de bancadas, que são usadas pelos partidos políticos de forma coletiva.

Municípios de norte a sul do país contam com esses valores para comprar ambulâncias, construir Unidades de Pronto-Atendimento, equipar escolas, entre outras destinações. Como pagar a impressão de santinhos e cabos eleitorais se tornou prioridade, o dinheiro não será usado para sua finalidade original.

Os mesmos que militaram fervorosamente a favor do financiamento público de campanha agora estão indignados com a verdadeira tungada que a saúde e a educação estão levando para custear as novas regras. Será que eles jamais imaginaram que seria exatamente isso que aconteceria? Queriam o que, afinal? Que a Casa da Moeda imprimisse o dinheiro todo? Como não há cofre mágico, era óbvio que os recursos seriam tirados de algum lugar.

Ao invés de aprimorarmos o financiamento privado de campanha, permitimos que o idealismo moralista e o oportunismo conduzissem o debate nacional sobre a questão. Se a ambulância que era esperada em sua cidade não vier mais, não deixe de agradecer Barroso, o PT, parte da imprensa e os moralistas de plantão pelo grande feito.

Se você gostou deste artigo ou de outros de nossos materiais, clique no link abaixo e apoie o Lócus fazendo uma assinatura anual. Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos.

Previous ArticleNext Article

Responder