Na contramão do desejo popular, vereadores de Passo Fundo pedem Correios mais forte

Moção de Apoio aprovada pela Câmara pede que estatal contrate mais funcionários e melhore os serviços.

Enquanto a maioria das pessoas pede pela privatização dos Correios e mais opções no transporte e envio de cartas e encomendas, os vereadores de Passo Fundo vão na direção contrária e pedem uma estatal mais forte. Será que nossos legisladores sabem o que estão fazendo?

A moção, proposta pelo vereador Ronaldo Rosa (SD), pede que os Correios “recuperem a capacidade operacional”, brigando na mesma trincheira do sindicato da categoria. Na narrativa do vereador, o pacote completo da cantilena esquerdista: “frear o sucateamento” e “empresa pública importante”, segundo notícia no site da Câmara dos Vereadores de Passo Fundo, neste link.

A moção foi aprovada por unanimidade na casa, fato que retira o peso das mãos do vereador Ronaldo Rosa e coloca na Câmara a responsabilidade pelo desejo de uma estatal mais forte, de mais governo, mais concursos públicos e falta de agilidade, frete mais barato e a oportunidade do cidadão brasileiro ter na sua porta serviços de primeiro mundo, como FEDEX, DHL e tantos outros. É a mesma Câmara que usa recursos do contribuinte para pedir um aeroporto melhor, mas despreza a livre concorrência em um dos setores mais importantes do transporte aéreo. Dá para entender?

Avião da Fedex: não descerá aqui nem depois da reforma.

A moçãomania da Câmara de Passo Fundo ganha mais um exemplar. Está na hora dos vereadores pensarem mais nos eleitores antes de passar a caneta nestes papéis, sob pena de alguém um dia acordar e pensar na real utilidade desses atos políticos (e seus autores).

 

Previous ArticleNext Article

Responder