Vereador Rufa denuncia gastos milionários da Prefeitura com as bicicletas compartilhadas

Vereador Rufa

Edil usou o Facebook para mostrar os dados da Transparência da Prefeitura, com todos os pagamentos para a empresa fornecedora da solução.

Aqui na Lócus, o monitoramento dos gastos públicos é uma constante. Diversos textos tratando do tema já foram publicados e até mesmo criticados na tribuna da Câmara de Vereadores. Parece que o jogo virou e o vereador Rufa resolveu seguir na mesma linha e denunciar – munido com os dados da própria Prefeitura – gastos que considerou exagerados.

O alvo é o sistema de bicicletas compartilhadas da cidade, serviço contratado na forma de aluguel de uma empresa especializada no setor. A Mobhis instalou dezenas de bicicletas e estações pela cidade, ao custo de milhares de reais por mês. Outras cidades até mesmo com o porte de Passo Fundo já optaram por soluções mediante patrocínio, sem custo para os cofres públicos, mas o prefeito Luciano resolveu gastar muito na iniciativa e o vereador foi incisivo, usando sua página no Facebook para denunciar a gastança:

ISSO É INACREDITÁVEL!Os gastos relacionados com o Programa Passo Fundo Vai de Bici, são absurdos.Em pesquisa ao…

Posted by Vereador Rufa on Tuesday, September 4, 2018

Até hoje, conforme o post do vereador, Passo Fundo já gastou mais de 800 mil reais com as bicicletas, projetando um gasto de 1,8 milhão até o ano de 2020. É muito dinheiro e a publicação foi inundada de reclamações de contribuintes, além de sugestões para a correta aplicação do dinheiro público.

O vereador também usou a tribuna na sessão do dia 3/9/2018, sobre as bicicletas e supostas irregularidades encontradas por uma blitz do seu próprio gabinete.

Denunciamos o esquema das bicicletas aqui na Lócus em Passo Fundo entra na onda das bicicletas “compartilhadas, públicas e gratuitas” em julho de 2016. O próprio vereador Rufa mereceu nota em julho deste ano, quando já falava na tribuna sobre estes mesmos gastos.

A atitude do vereador merece destaque, ainda que o mesmo não tenha divulgado as ações corretivas que pretende executar e se a denúncia irá além da postagem em rede social e fala na Tribuna.

 

Previous ArticleNext Article

Responder