Entre em contato

Geral

Segurança Pública: Um direito do cidadão que já é respeitado.

Publicado

on

Meu nome é Felipe, tenho 24 anos e sou estudante de Veterinária. Hoje moro em Budapeste, no leste europeu, mas sou passo-fundense nato e tendo vivido muitos anos da minha vida nesta baita cidade, quero contar algumas coisas que me chamaram a atenção e merecem destaque nesta mudança de ares.

Bom, pode até parecer estranho eu entendo, mas o primeiro choque de realidade que tive, é de que as pessoas andam sem medo nas ruas. Aqui a segurança pública não é uma utopia, ela existe, funciona e é um direito do cidadão. Você não precisa ficar tomando cuidado à noite quando anda pelas ruas da cidade, até mesmo como turista, o mais óbvio dos alvos. Essa sensação de segurança muda completamente a sua maneira de ver o mundo. Você finalmente pode se sentir à vontade.

20151112_141702-PANO

Estudantes de todas as partes da Europa vêm visitar ou morar em Budapeste, por se tratar de uma cidade muito animada e com uma vida noturna bastante ativa. Isso faria da cidade um deleite para os criminosos da nossa terra, não é verdade? Mas aqui, os estudantes voltam para casa a pé ou de transporte público, sem medo algum e, isso tem um impacto muito grande na qualidade de vida da população.

noite 2

Ao que me parece nos acostumamos a andar com medo e nos proteger por conta própria, nos esquecemos de que a segurança pública é um direito. Enquanto o Brasil bate recorde de homicídios e atinge o número alarmante de 29,1 por 100 mil habitantes em 2014, nossos políticos ignoram os fatos e pouco fazem sobre o assunto. O número de homicídios no Brasil vem aumentado progressivamente nos últimos anos, mas pouca informação circula sobre as reais causas deste aumento.

http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/03/brasil-bate-recorde-no-numero-de-homicidios-segundo-ipea.html

Fonte: http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/03/brasil-bate-recorde-no-numero-de-homicidios-segundo-ipea.html

Agora vem o ponto importante: a cobrança é uma obrigação do cidadão. Aqui na Europa, a população é ciente dos acontecimentos importantes que podem alterar o futuro do continente como um todo, do país ou mesmo da cidade. O povo é informado e decide ativamente quais atitudes esperam que o governo tome, seja por pressão popular em tempos de crise ou na escolha sábia de seus governantes.

Esta consciência política tem como consequência a qualidade de vida experienciada por todos aqui: um povo informado e consciente molda o futuro da sua pátria e garante a qualidade de vida que todos merecem. Se você está se perguntando agora “Como isso poderia ajudar Passo Fundo?”, eu posso te dar a minha opinião. Informe-se com fontes variadas e confiáveis, esteja ciente do que você como cidadão pode fazer para ajudar a sua cidade e, faça boas escolhas na hora de decidir o voto.

Veja as imagens a seguir:

 

 

 

Continue Lendo

Copyright © 2021. Lócus Online.