Entre em contato

Cultura

Anitta e a objetificação com celulite

Publicado

on

Duas notas que postei em meu Facebook sobre o novo clipe da cantora Anitta:

1 – As feministas estão felizes porque a cantora Anitta proibiu que tirassem suas celulites na edição do clipe “Vai Malandra”. Na abertura do vídeo, ela já cola o rabo na cara do espectador e passa o resto da música se esfregando nos machões do morro. Além disso, há uma cena onde um monte de mulheres aparecem deitadas de bruço em duas filas paralelas (um verdadeiro corredor polonês de bundas) enquanto um sujeito de cuecas dançando aproveita para passar creme nelas. Se tivessem o mínimo de coerência, criticariam a cantora pela clara objetificação feminina presente no vídeo. Mas que nada. Isso é perdoável, desde que tenha celulite.

2 – A esquerda usa termos como objetificação e slut shaming para definir o modus operandi da suposta sociedade patriarcal. Essas são características da sub-cultura do gueto cantada em prosa e verso por funkeiros e idealizada pelo beautiful people do mundo artístico e da academia.

 

Continue Lendo
Clique Para Comentar

Deixe um Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2021. Lócus Online.