Entre em contato

Nacionais

O assassinato de Marielle Franco não mudou opinião de cariocas sobre a intervenção

Publicado

on

Não houve mudança de percepção da população do Rio de Janeiro sobre a intervenção federal no Estado depois do assassinato da vereadora Marielle Franco. Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Ideia Big Data, 54% dos entrevistados se disseram favoráveis à intervenção, ante 26% que se declaram contrários. 20% não se colocam nem contra e nem a favor.

Outro elemento importante no levantamento é o que trata do futuro da intervenção. 68% afirmaram que ela deve continuar por tempo indefinido.

Os números da pesquisa representam uma derrota para a esquerda e seus apaniguados no jornalismo e no mundo artístico. Desde que Marielle foi executada, eles apostaram no terrorismo retórico, responsabilizando as forças de segurança pela autoria do assassinato. Pretendiam jogar o povo contra a Polícia Militar e o Exército, como se fossem essas instituições as responsáveis pela criminalidade, e não o tráfico de drogas e o crime organizado.

Mais uma vez fica patente o divórcio entre a população e o bloco composto pelos jornalistas, intelectuais e artistas. Para encarniçamento de Gregório Duvivier e outros tipos como ele, o cidadão comum continua clamando por ordem e deseja o sucesso das operações de segurança realizadas pela intervenção federal.

Se você gostou deste artigo ou de outros de nossos materiais, clique no link abaixo  apoie Lócus fazendo uma assinatura anual. Com ela você terá acesso a conteúdos exclusivos.

 

Continue Lendo
Clique Para Comentar

Deixe um Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2021. Lócus Online.