Entre em contato

Passo Fundo

Resumo da Sessão Plenária de 09/12/2019

Publicado

on

A seguir, os destaques da Sessão Plenária desta segunda-feira (09) na Câmara de Vereadores de Passo Fundo.

Grande Expediente

Leandro Rosso (Republicanos) defendeu a Emater, instituição em risco de sofrer cortes orçamentários. Mencionou parceria com a Agenda 21. Ele ainda mostrou dados do Projeto “Gabinete da Leitura” e entregou Diploma de Honra ao Mérito ao soldado do Corpo de Bombeiros de Passo Fundo Luiz Alberto de Oliveira Godois por ato de bravura.

Consultas Médicas

Aprovado o Veto total ao PL 75/2019, que dispõe sobre a obrigatoriedade da divulgação da lista de espera em consultas médicas por especialidade, exames médicos e procedimentos cirúrgicos na rede pública de Saúde. O projeto é de autoria do gabinete do vereador Luiz Miguel Scheis (PDT).

Violência doméstica

Aprovado o Veto total ao PL 52/2019,  que dispõe sobre a reserva de vagas de empregos para mulheres vítimas de violência doméstica e familiar e, para pessoas portadoras de necessidade especiais, nas empresas prestadoras de serviços ao município de Passo Fundo, de autoria do gabinete do vereador Pedro Daneli (Cidadania).

Plano de evacuação

Aprovado o Veto total ao PL 05/2019, que torna obrigatório o plano de evacuação em situações de risco em todos os estabelecimentos de ensino.  O projeto é de autoria do gabinete do vereador Luiz Miguel Scheis (PDT).

Contratação temporária

Aprovado o PL 101/2019, que dispõe sobre a contratação por tempo determinado de técnico de enfermagem para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público do Hospital Municipal Dr. César Santos nos termos do inciso IX, do art. 37 da Constituição Federal.

Para atender necessidade excepcional do hospital serão contratados 10(dez) profissionais de técnico em enfermagem com carga horária de 40 horas/semanais. A contratação será pelo período de 12 meses, a contar da assinatura dos contratos, que poderá ser prorrogado uma única vez e por igual período.

Zona de Uso Especial

De autoria do gabinete do vereador Patric Cavalcanti (DEM), aprovado o PLC 03/2019, que cria Zona De Uso Especial (ZUE), constante na Lei Complementar nº 170, de 09 de outubro de 2006, para a implantação de atividade de extração de rocha basáltica e britagem, em um conjunto de glebas, na localidade denominada Santa Rosa, Estrada do TR:60 – Distrito de Passo do Miranda, conforme matrícula nº 77.454, com área superficial de 27,4 ha e matrícula nº 61.183, com área superficial de 16,4 Ha, ambas do Registro Geral do Cartório de Registros de Imóveis de Passo Fundo/RS.

 Assédio em transporte público

De autoria do gabinete do vereador Dalla Lana (PTB), aprovado o PL 94/2019, que cria o Programa de Combate ao Assédio Sexual no Transporte Coletivo no Município de Passo Fundo.

O Programa tem os seguintes objetivos: I – chamar a atenção para o alto número de casos de assédio sexual nos veículos de transporte coletivo; II – coibir o assédio sexual nos veículos de transporte coletivo; III – criar campanhas educativas para estimular denúncias de assédio sexual por parte das vítimas e conscientizar a população e a tripulação dos veículos de transporte coletivo sobre a importância do tema.

As atividades a serem desenvolvidas para atingir os objetivos poderão ser realizadas pelo poder público, por instituições de ensino, entidades representativas de classe, conselhos e pelas organizações da sociedade civil isoladamente ou em parceria.

Futebol

De autoria do gabinete do vereador Tchequinho (PSL), aprovado o PL 95/2019, que inclui no calendário oficial de eventos do Município o Campeonato Copa Sul Brasil de Futebol, que será realizado entre os dia 10 a 13 de outubro, na Semana da Criança.

Governo do Estado

Aprovada a Moção 28/2019, contrária ao pacote apresentado pelo Governo Estadual de Reforma Estrutural, que compreendem mudanças na Constituição Estadual, no Estatuto dos Servidores Civis, no Estatuto dos Servidores Militares e em legislações que regem as aposentadorias do funcionalismo.

A Moção de Repúdio é referente aos oito projetos apresentados pelo Governo do Estado que incluem alterações em benefícios do magistério, forças de segurança – Brigada Militar, Polícia Civil, Susepe e IGP – e servidores civis inclusive do Ministério Público. O pacote da reforma proposto pelo Governador Eduardo Leite inclui seis PLs (Projetos de Lei), um Projeto de Lei Complementar e uma Proposta de Emenda à Constituição.

Homenagem

Ronaldo Rosa (SD) homenageou a empresa Fragomeni Negócios Imobiliários pelos 30 anos de atividade em Passo Fundo.

Fundo Partidários

Vereadores como Márcio Patussi (PDT) e Pedro Danelli (Cidadania) criticaram o aumento do fundo eleitoral recentemente aprovado. O País tem outras demandas; o dinheiro, portanto, poderia ser melhor empregado. Tchequinho (PSL) criticou a decisão dos parlamentares gaúchos que aprovaram a proposta, apontando que “é dinheiro do povo sendo usado para campanha política”.

Continue Lendo

Passo Fundo

Passo Fundo precisa agora de um Conselho Municipal de Habitação Popular?

Publicado

on

Proposta dos vereadores Luizinho Valendorf (PSDB) e Wilson Lill (PSB) quer reativar o Conselho Municipal de Habitação Popular. Na prática, sabemos o que vem pela frente…

 

Continue Lendo

Passo Fundo

Vereadores aprovam projeto de inclusão que vai onerar empresários e setor público

Publicado

on

Projeto de autoria da vereadora Regina dos Santos (PDT) estabelece a inserção de senhas sonoras, letras ampliadas e impressão em braile simultaneamente às senhas eletrônicas utilizadas para atendimento ao público nos estabelecimentos públicos e privados do município

As pautas de inclusão sempre aparecem travestidas de “movimento democrático”, no sentido de ampliar os direitos e garantias para a parcela da população. No entanto, é preciso estar atento: na maior parte das vezes, os projetos pouco modificam a realidade desses grupos, pois não passam de ativismo político travestido de políticas públicas. O projeto recentemente aprovado por unanimidade entre os parlamentares na Câmara de Vereadores de Passo Fundo é uma amostra disso.

O Projeto de Lei nº 105/2021, de autoria da vereadora Regina dos Santos (PDT), estabelece a inserção de senhas sonoras, letras ampliadas e impressão em braile simultaneamente às senhas eletrônicas utilizadas para atendimento ao público nos estabelecimentos públicos e privados do município.

De acordo com a justificativa, a proposta foi construída pela “necessidade de tornar a cidade mais inclusiva e atender aos direitos das pessoas com deficiência”. Nota-se, na própria justificativa do projeto, que os termos utilizados uníssonos nas pautas inclusivas, mas demasiadamente generalista. Quando se quer resolver tudo, na prática não ocorre – ou muito pouco.

O texto da matéria ainda determina para os estabelecimentos públicos e privados que não optarem pela impressão de senhas em braile deverão implantar a senha com aviso sonoro por voz ou identificar, além de disponibilizar um atendente exclusivo enquanto a pessoa com deficiência ou limitação visual estiver no recinto. Parece que os parlamentares desconhecem o comércio da própria cidade, possivelmente a maior parte sendo gerida pelo dono – ou por poucos funcionários. A obrigação, portanto, está fora da realidade.

Embora alguns tenham se posicionado contrário a uma possível oneração do setor empresarial, sobretudo numa economia em fase de recuperação, no voto os parlamentares acabam cedendo: pautas inclusivas ganham um sim até mesmo quando o vereador é, no fundo, contra.

Segundo previsto na redação do art. 3º, o descumprimento ao que dispõe a presente Lei pelos estabelecimentos sujeitará aos infratores às seguintes sanções: I – advertência, em caso de primeira notificação; II – multa de 100 (cem) UFMs (Unidades Fiscais Municipal) em caso de segunda notificação; III – multa de 200 (duzentas) UFMs (Unidades Fiscais Municipal) em caso de reincidência. As sanções pecuniárias decorrentes desta Lei serão aplicadas em favor de políticas públicas para as pessoas com deficiência.

Se o prefeito não vetar a proposta, a proposição entra em vigor 180 (cento e oitenta) dias contados da data de sua publicação.

A discussão pode ser acompanhada no vídeo a seguir (11:53-28:25):

Continue Lendo

Passo Fundo

A narrativa da fome: até quando a esquerda vai alimentar pautas com dados dissimulados

Publicado

on

Se por muito tempo a dinâmica de luta de classes foi o eixo do pensamento esquerdista, a forma agora aparece em diferentes contornos. Direitos de minorias, invasões urbanas e outras aparecem com frequência nas pautas. No entanto, uma delas tem aparecido com forma nos últimos tempos: a fome.

No artigo “O golpe petista da fome em Passo Fundo“, o articulista da Lócus Jesael Duarte da Silva mostrou como o discurso da fome vem ganhando espaço aqui mesmo em Passo Fundo. recentemente, foi criada a Frente Parlamentar de Combate à Fome na Câmara de Vereadores de Passo Fundo.

Contrastando a informação fornecida pelo vereador petista de que, no Brasil, 119 milhões de brasileiros vivem em situação de insegurança alimentar, Rodinei Candeia (PL) buscou a fonte dessa narrativa, já que vem sendo reverberada pela imprensa de uma maneira geral. Veja:

Continue Lendo

Assine nossa newsletter

* indicates required

Mais Acessados

Copyright © 2021. Lócus Online.