fbpx

Resumo da Sessão Plenária de 28/09/2020

A seguir, os destaques da Sessão Plenária desta segunda-feira (28) na Câmara de Vereadores de Passo Fundo

Grande Expediente

Orientado a não utilizar o espaço do Grande Expediente por questões eleitorais, o vereador Marcio Patussi (PDT), candidato a prefeito de Passo Fundo, abriu mão dos 30 minutos concedidos.

Reconhecimento

O vereador Ronaldo Rosa (SD) prestou homenagem à Escola Joaquim Fagundes dos Reis, que completou 92 anos.  Por conta da pandemia, decidiu não realizar nenhuma solenidade presencialmente na Câmara, sugerindo que se fizesse posteriormente, em momento oportuno.

Homenagem

Saul Spinelli (PSB) prestou homenagem ao advogado Cacildo Tadeu Gehlen, natural de Passo Fundo, que atualmente mora no Mato Grosso do Sul, conhecido também no meio tradicionalista pela dedicação à cultura, sobretudo aos artistas locais. Para o vereador, seu sucesso deve a muito trabalho e dedicação, sendo um exemplo ao levar o nome de Passo Fundo para outras regiões do Brasil.

Críticas

Tchequinho (PSC) disse suportar as críticas recebidas pelas suas opiniões, lembrando que foi expulso do PSB por apoio ao presidente Jair Bolsonaro nas eleições de 2018. Apontou que as discussões que ocorrem na tribuna e entre os parlamentares são fruto de convicções próprias, o que é parte do processo democrático. Para ele, falar mal dos colegas não é nem “velha política”, mas “política ultrapassada”.

Aulas

O comunista Alex Necker (PCdoB) criticou a medida do Governo do Estado do Rio Grande do Sul em anunciar a retomada das aulas presenciais. Para ele, isso pode colocar a saúde das crianças e dos professores em risco, violando as medidas de distanciamento social. Destacou que será muito difícil garantir um distanciamento mínimo entre os alunos, isso sem contar a adoção de práticas de higienização dos ambientes.

Saúde

O vereador Luiz Miguel Scheis (PDT) voltou a comentar o caso dos exames nos Cais, já mencionado na Sessão Passada. O caso é de uma senhora com incontinência urinária que procurou atendimento em Cais, sendo informada que a coleta da primeira urina não poderia mais ser feita em casa, mas num local específico, por determinação da Secretária de Saúde. Para Luiz Miguel, a situação mostra um desrespeito total com a população de Passo Fundo, que está obrigando pessoas com problema de locomoção a se dirigir a locais inacessíveis para as mesmas, criando sempre justificativas com base na pandemia. O vereador afirmou ter sido contatado por autoridades de saúde local, explicando que seguem regras impostas pelos laboratórios, e não pela Secretaria de Saúde. De qualquer sorte, Scheis advogou a coleta de amostras para exames em casa para pessoas acima de 60 anos durante a pandemia.

Regularizações Fundiárias

Aprovado o Relatório Final n. 63/2020, da Comissão de Apoio às Regularizações Fundiárias do município de Passo Fundo, em atividade desde 2019. Conforme destacado pelo vereador Alex Necker (PCdoB), mais de 1.600 famílias não receberam o título de posse dos terrenos em que foram locados pelo Município.

Vídeo da Sessão Completa

Previous ArticleNext Article

Responder