Entre em contato
Leonilde Zamuner Leonilde Zamuner

Passo Fundo

Petista do Conselho Municipal de Saúde quer lockdown em Passo Fundo pra já!

Publicado

on

Leonilde Zamuner quer tudo fechado na cidade, inclusive as “quatro entradas” do município, para que pessoas de fora não venham para cá

O Conselho Municipal de Saúde tem cara de um órgão de esquerda, uma coordenadora pra lá de petista e canais nas redes sociais cheios de declarações ideológicas. É com toda esta isenção que este grupo de pessoas se reuniu para pedir ao prefeito Pedro Almeida que feche o comércio e serviços por duas semanas, além de colocar barreiras físicas no que diz ser “as quatro entradas da cidade”.

Em uma confusa entrevista para a TV Câmara (para dizer o mínimo), a coordenadora Leonilde Zamuner explica as suas razões. Reproduzimos aqui com as mesmas palavras usadas pela representante. Os destaques são por nossa conta.

Leonilde Zamuner, para a TV Câmara de Passo Fundo

Em 2020 nós tivemos 222 e hoje nós estamos com 520 óbitos. Estes são os índices que nos assusta e que fez com que… o Conselho já vinha discutindo isso nas plenária, mas dia 8 de junho a gente aprofundou e foi proposto pelo Conselho mesmo, pela plenária, que a gente fizesse esta recomendação pra que o poder público, o governo municipal tomasse, fizesse ações mais contundente aonde nós pudesse tá evitando estas mortes e tentando segurar a circulação do vírus. E só, isso pra nós é importante. É conseguir fazer com que o vírus pare de circular. Caso contrário não adianta nós fazer, abrir leitos, ter mais leitos, mais leitos que isso não vai reduzir a perda de vidas.

Repórter: Quais são as recomendações do Conselho em relação ao lockdown? Como que funcionaria?

O lockdown a gente propôs duas semanas, claro que tudo isso a gente pode conversar além do governo municipal com todas as entidades representativas, tanto das indústrias, comerciantes e das entidades também dos movimentos sociais. Porque isso são vidas que estão sendo… e o que a gente quer é que de fato se tenha um fechamento, não só do comércio, dos postos, das farmácias centrais porque os bairros têm uma farmácia, tem um mercado, onde a população pode comprar. Postos de gasolina, se tá fechado, tem que… pra não sair, não circular, tem que fechar. Porque é aonde junta as pessoas pra tomar, beber… fazer festa, fazer aglomeração. E mais: nós queremos sim que isso seja fechado as quatro entradas de Passo Fundo. Porque aí nós temos pessoas de outros municípios que também fazem o lockdown mais… menor, de dias menores, aí o povo como fecha tudo eles vem para Passo Fundo. Aí eles vão para os restaurantes, eles vão para o shopping, eles vão para os postos de gasolina, eles circulam na cidade. E nós pra poder garantir a vida e garantir uma economia de fato, que a gente possa ter, é fazendo um lockdown. E aí a gente chama pra esse, pra que todos possam participar e nos auxiliar. É isso que o Conselho tá pedindo.

Repórter: Essas sugestões, elas são elaboradas por técnico? Quem são essas pessoas que integram o Conselho Municipal de Saúde?

É… nós temos uma pessoa que pra nós é a mais técnica, a gente elabora ele… com proposta que veio do Conselho e leva para uma professora da Universidade Fronteira Sul e outras pessoas também, jurídico que nos dão suporte a tudo isso. Então quer dizer, nada se faz sem uma orientação jurídica e sem orientação técnica pra elaboração.

Repórter: E agora então, vocês aguardam uma resposta por parte do Poder Executivo?

Sim, porque a gente tá vindo pedindo há muito tempo essa… do prefeito, ações mais contundentes. Porque é o momento de nós parar de circular o vírus e fazer com que de fato a gente possa… eu ontem encaminhei isso para o Ministério Público Estadual, eles ficaram, a promotora ficou pra me dar um retorno hoje, nós já pedimos uma audiência e aqui pra frente a gente vai buscando tudo que nós puder fazer pra mostrar pra sociedade, pra população que nós temos preocupações com isso.

 

O Conselho Municipal de Saúde mantém uma página na rede social estadunidense Facebook onde manifesta (tem post recente) suas posições políticas e de oposição permanente ao Governo Federal. Fixada no topo da página, uma lista com os integrantes do conselho e representantes de entidades que – teoricamente – são responsáveis pela sugestão de lockdown. Em muitos conselhos deste tipo, alguns membros tomam a dianteira nas decisões e outros apenas “colocam o nome na folha”. Se é o caso aqui, não sabemos. Confira a lista:

Coordenador do Conselho Municipal de Saúde: Leonilde Zamuner
Vice-coordenador: Cristine Pilati
1° Secretária: Luiz Dalmagro
2° Secretária: Adinara Bonamigo

Grupo I – Governo, Prestador de Serviço e Profissional de Saúde

Representantes

Centro de Atendimento Socioeducativo de Passo Fundo – CASE
Titular: Maria Anabel Bonfim
Suplente: Taís Cristina Favaretto
Hospital Beneficente Doutor César Santos
Titular: Róger Borges
Suplente: Diego Radaelli
Secretaria Municipal de Saúde de Passo Fundo
Titular: Carla B. C. Gonçalves
Suplente: Jessica Somensi
Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS
Titular: Vanderléia L. Pulga
Suplente: Leandro Tuzzin
Associação Hospitalar Beneficente São Vicente de Paulo
Titular: Luiz Dalmagro
Suplente: Deonir De Marco
Complexo de Ensino Superior Meridional – IMED
Titular: Josiane Razera
Suplente: Leodinei Lodi
Fundação Hospitalar Oftalmológica Universitária Lions
Titular: Ivan Paulo de Freitas
Suplente: Nelsi L. Backes
Fundação Universidade de Passo Fundo – FUPF
Titular: Anderson Flores
Suplente: Maria Lúcia Dalmagro
Hospital da Cidade de Passo Fundo
Titular: Robinson Weber
Suplente: Rosemar Stefanon
Associação dos Funcionários da Secretária Municipal de Saúde de Passo Fundo
Titular: Dorval de Barros
Suplente: Ângela S. Oliveira
Associação dos Funcionários do Hospital São Vicente de Paulo
Titular: Luciane Esmolark
Suplente: Adriana Mosna
Associação dos Funcionários do Hospital da Cidade
Titular: Margarida Martinelli
Suplente: Anira Rosso
Associação dos Preceptores em Saúde Multiprofissional-APRESAM
Titular: Marilaine H. Nunes
Suplente: Daniela . Oliveira
Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul – CFP/RS
Titular: Natalia B. Tristacci
Suplente: Debora Tauffer
Conselho Regional de Psicologia – CRP/RS
Titular: Marina Lazaretto
Suplente: Fernanda Rocha
Conselho Regional de Serviço Social – CRESS/RS
Titular: Denise Rosseto
Suplente: Carine Sabadine, Lizandra Folle
Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Passo Fundo
Titular: Terezinha Perissinotto
Suplente: Cleomar de Assis

Grupo II – Usuários

Representantes

Associação Centro de Umbanda Luzes de Aruanda
Titular: Fábio Luiz Filipi
Suplente: Aderbal Barros
Associação Cultural das Mulheres Negras – ACMUN
Titular: Francisca Bueno
Suplente: Anair da Rosa
Associação de Moradores da Vila União
Titular: Helena Goreti Vieira
Suplente: Lenir Terezinha Ribeiro
Associação dos Moradores da Vila Nossa Senhora Aparecida
Titular: Iraceu Gazola
Suplente: Terezinha Rodrigues Lemos
Associação de Moradores do Loteamento Santo Antônio da Pedreira
Titular: Maria de Fátima Ferreira
Suplente: Mateus de Oliveira
Associação de Moradores do Bairro Petrópolis
Titular: Odete Silveira
Suplente: Cleonice Salete Grando
Central Única dos Trabalhadores – CUT
Titular: Nicolau Neri Gomes
Suplente: Alcidir de Andrade
Centro de Educação e Assessoramento Popular – CEAP
Titular: Jorge Gimenez
Suplente
Comissão dos Direitos Humanos de Passo Fundo
Titular: Mariniza dos Santos
Suplente
Grupo Amor-Exigente Nova Vida
Titular: Maria Helena Wink
Suplente: Lauro Wink
Promotoras Legais Populares
Titular: Leonilde Zamuner
Suplente: Elgiane Lago
Sindicato dos Bancários de Passo Fundo/RS
Titular: Dário Sidnei Delavy
Suplente: Júlio César Montenegro
Sindicato dos Empregados Motociclistas e ciclistas em Veículos de duas rodas Motorizadas ou não de Passo Fundo e Região – Sindimoto -Planalto/RS
Titular:
Suplente: Rogério Menezes
Sindicato dos Metalúrgicos de Passo Fundo
Titular: Antonio Jacó Lunkes
Suplente: Helena Horeti Vieira
Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Passo Fundo
Titular: Juraci Luvizeto
Suplente: Airton F. dos Santos
Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação
Titular: Paulo R. Machado
Suplente: Miguel L. Santos
Sindicato dos Trabalhadores nas Industrias da Construção e do Mobiliário de Passo Fundo
Titular: Ronaldo Falcão Maia
Suplente: Itamir da Silva
Sindicato dos Trabalhadores nas Industrias de Máquinas, Implementos e Peças Agrícolas, Tratores, Motores de Passo Fundo
Titular: Eder F. Freitas
Suplente: Delvino
União das Associações de Moradores de Passo Fundo – UAMPF
Titular: Nilto José Gomes
Suplente: Aloir Solda

post cms

Postagem típica da página do CMS. Confira no link.

 

Leonilde e a “Tese Avante Militância Socialista”

A coordenadora do CMS endossou em 2017 um Caderno de Teses para o VI Congresso Nacional do PT. Estes documentos são ótimos para ajudar a entender o que passa pela cabeça destes militantes e as razões para que sempre ocupem espaços onde surgir uma oportunidade. Diz um dos tópicos:

Não nos restam dúvidas de que é pelo nosso sentido de classe e políticas antiliberais que nos constituem como inimigos de classe da burguesia. É por não aceitarem o pequeno processo de desmercantilização propiciado pelo Bolsa Família; a mobilidade social que promovemos; a ampliação das possibilidades educacionais para a classe trabalhadora; a defesa do patrimônio nacional representada pelo marco regulatório do Pré-Sal e a reorientação da política de investimentos na Petrobras, dentre tantos outros avanços que promovemos, que somos intragáveis para direita. Mas são em grande medida nossos erros e contradições que servem de munição para os ataques que sofremos.

 

E agora?

Quem fecha cidade é o prefeito ou o governador. O conselho tem a função de “aconselhar” neste caso. Mas é bom ficar atento com as intenções do grupo e lamentar que órgãos assim fiquem na mão de partidos e ideólogos, de forma tão evidente. Pedro Almeida, a cidade está de olho.

 

Veja também

Conselho Municipal de Saúde de Passo Fundo tornou-se órgão de ativismo político?

UFFS: é correto unir ensino e política?

Pedidos por um Estado forte evidenciam que a esquerda dá as cartas nas decisões sobre o coronavírus em Passo Fundo

Continue Lendo
Comentários

Passo Fundo

Saiba aqui quanto custa o aluguel do prédio para a nova Secretaria Municipal de Saúde

Publicado

on

quanto custa o aluguel

Prédio inteiro na Rua Independência foi ocupado pela pasta que tem um dos maiores orçamentos da administração municipal

A Secretaria de Saúde de Passo Fundo mudou de endereço, saindo da Paissandú para um prédio maior e mais novo na rua Independência, próximo ao final da rua Tiradentes.

O Edifício Florença tem 5 pavimentos, área construída de 748 m2, elevador, 6 vagas na garagem coberta e 7 em frente ao prédio. Já esteve listado em site de imobiliária local para venda pelo valor de R$ 3,85 milhões.

sms nova

O novo local da SMS. Reprodução do Google Street View.

print contrato

O contrato de aluguel. Confira o original, aqui.

O contrato de aluguel foi assinado entre a prefeitura e a B2 Empreendimentos Imobiliários LTDA, proprietária do imóvel, ainda no mês de fevereiro. Com validade de um ano, o município pagará R$ 21.500,00 mensais (R$ 258.000,00 ao ano). Depois da assinatura do contrato, o processo licitatório passou a “correr” na prefeitura, conforme aponta o Portal da Transparência:

licitação sms

De fato, a estrutura só foi inaugurada oficialmente na sexta, 23 de julho. Antes, um aditivo ao contrato “poupou” os cofres públicos ao isentar a prefeitura do pagamento de aluguel referente ao mês de abril. Sobre a inauguração, o site da prefeitura deixou registrada a palavra do nosso gestor:

Conforme o prefeito, além de qualificar o serviço prestado à comunidade, as novas instalações da Secretaria asseguram melhores condições de trabalho aos servidores. “O prédio em que funcionava a Secretaria vinha apresentando problemas, dificultando inclusive o armazenamento de documentos importantes em razão de infiltração”, comentou Pedro, destacando que a mudança de endereço também integra o projeto de humanização do atendimento. “Este é um compromisso do nosso governo com a população”.

O endereço velho

sms velha

A SMS ocupava um imóvel na Paissandú, número 1052. Segundo algumas reclamações nas redes, mais fácil de chegar ali para quem usava o transporte coletivo. Antigo e com problemas na estrutura, incluindo infiltração, o prédio custava em aluguel quase a metade, R$ 11.255,20.

Finalizando

É impossível saber – só coletando informações na Transparência da prefeitura – quanto a mudança custará ao municipio. Além da majoração do aluguel, há um aparente aumento no custo fixo, dada a diferença na estrutura. O “quarto de milhão” em aluguel ao ano para a SMS é um pequeno percentual do orçamento da pasta (R$ 117 milhões em 2020 e R$ 107 milhões em 2021) que gasta praticamente a metade em folha de pagamento. Se a mudança é melhor que a reforma ou no longo prazo um local próprio, isso é um conhecimento reservado ao gestor. Pelo menos é o que se espera, que este seja o melhor caminho para a saúde municipal em tempos de pandemia.

Veja também

A prefeitura de Passo Fundo gasta uma fortuna com aluguel de imóveis, veja aqui alguns exemplos (2019)

Continue Lendo

Passo Fundo

Legislativo parece estar saindo da “zona de influência” do Executivo

Publicado

on

O apoio incondicional dado ao Prefeito pelos vereadores da legislatura passada pode estar mudando, quebrando, ao menos em parte, a unanimidade dos votos de outros tempos. A seguir, os destaques da Sessão Plenária desta quarta-feira (28) da Câmara de Vereadores de Passo Fundo

Tribuna Popular

A pedido do vereador Michel Oliveira (PSB), o espaço da Tribuna Popular foi ocupado pela representante da Comissão de Direitos Humanos de Passo Fundo, Associação Cultural de Mulheres Negras e o Grupo Estadual de Educadores Negros, Josenira Oliveira da Silva Ferreira, oportunidade em que ressaltou a importância da representatividade da data de 25 de julho, em que se celebra o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha.

Grande Expediente

Rafael Colussi (DEM) apresentou um balanço de suas ações parlamentares, destacando seu trabalho em prol da causa animal. O Fundo do Bem-Estar Animal (FUBEM) atende principalmente protetores cadastrados e entidades que precisem de suporte. O TAMPET coleta de tampinhas de garrafas e a venda é revertida em ações que beneficiem os animais. O Troco Solidário destina os valores arrecadados para serem utilizados castrações e atendimentos para os animais. A Contribuição Voluntária, através do IPTU, busca captar recursos para ampliar ações voltadas à proteção e ao bem-estar animal. O vereador ainda informou que, através de indicações de seu gabinete, sugeriu ao  Poder Executivo a criação do Centro de Castração.

Plano Diretor

Aprovado o Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 4/2021, que altera o Plano Diretor do Município na previsão de vagas de garagens ou reserva de áreas para estacionamento, cobertas ou não. A Administração aponta necessidade de adequações devido a mudanças e dinamismo em questões ambientais, econômicas e mobilidade urbana. A proposição prevê redução de vagas em garagens ou estacionamentos para áreas como serviços de alojamento, nas quais se incluem casas de apoio, hotéis, casa de cômodos, lares de idosos, orfanatos e pensões.

SMADER

Aprovado o Projeto de Lei Complementar (PLC) nº 7/2021, que altera a denominação da Secretaria do Interior. Segundo a justificativa, a pasta tinha sido criada pela Lei Complementar n.º 165/2006, que estabelece a estruturação da administração pública municipal. Pela nova proposta, ela será denominada Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SMADER).

Construção Civil

Rejeitado pela maioria em Plenário o Veto Total do Executivo ao Projeto de Lei nº 32/2021, de autoria do vereador Wilson Lill (PSB), que dispõe sobre a inserção de sistema de captação e armazenamento de água das chuvas nos novos projetos de edificações públicas municipais. A matéria foi vetada sob a justificativa de apresentar vício de inconstitucionalidade, o que foi rejeitado pelo parlamento municipal. A matéria prevê que os novos projetos devem conter sistema de captação e armazenamento de água das chuvas, para fins de economia, sustentabilidade e preservação do meio ambiente.

Militares

Aprovada a Moção nº 40/2021, de autoria do vereador Gio Krug (PSD), de Repúdio à Proposta de Emenda Constitucional 21/2021, que prevê a vedação da participação de militares da ativa em cargos de natureza civil nos três níveis da federação.

Vídeo da Transmissão

Continue Lendo

Passo Fundo

“Produtor não é bandido para ser recebido com fuzil às cinco da manhã”

Publicado

on

Feira do Produtor da Gare é novamente alvo de excessos da Vigilância Sanitária. A seguir, os destaques da Sessão Plenária desta segunda-feira (26), na Câmara de Vereadores de Passo Fundo

Grande Expediente

Leandro Rosso (REPUBLICANOS) prestou homenagem ao radialista Altair Carlos Colussi (in memorian), que dará nome  à nova sala de comunicação social da Câmara de Vereadores, que passa a se chamar “Estúdio Altair Carlos Colussi”.

Estúdio Altair Carlos Colussi

Aprovado o Projeto de Resolução (PR) nº 6/2021, de autoria do vereador Leandro Rosso (REPUBLICANOS), que denomina de “Estúdio Altair Carlos Colussi” a sala de comunicação social, rádio e TV da Câmara.

Poda de árvores

Tchequinho (PSC) informou que desarquivou projeto que agiliza poda de árvores em Passo Fundo, sobretudo daquelas que possam apresentar riscos à segurança das pessoas.

Feira do Produtor

A conhecida Feira do Produtor da Gare foi novamente alvo de excessos na fiscalização no último sábado, feita pela Vigilância Sanitária. Muitos produtores tiveram suas mercadorias apreendidas, o que gerou revolta inclusive da comunidade. Vários vereadores se manifestaram sobre o caso na tribuna. Sargento Trindade (PDT) disse não ser contra fiscalização, mas que é preciso ponderar a sua forma; para o parlamentar, é necessário, primeiramente, informar os produtores, dar um amparo e explicar os termos e o que deve ser feito antes de sair apreendendo mercadorias que garantem o sustento de muitas famílias da região: “Não é pouca gente que vive da agricultura familiar“, apontou.

Para Candeia (PSL), não há dúvidas de que houve excessos pela Vigilância. Citando Instrução Normativa da MAPA, destacou que, para casos assim, a fiscalização terá natureza prioritariamente orientadora. Por conta das arbitrariedades, mais de 20 estabelecimentos foram fechados na cidade nos últimos anos, isso por conta das constantes e novas exigências normativas: “Essa situação passou dos limites. É preciso haver razoabilidade na atuação da Vigilância Sanitária. Produtor não é bandido para ser recebido com fuzil às cinco da manhã“.

Vídeo da Sessão Completa

Continue Lendo

Assine nossa newsletter

* indicates required

Mais Acessados

Copyright © 2021. Lócus Online.