Número de proposições em 2018 da Câmara de Vereadores de Passo Fundo

Embora muitas pessoas possam pensar que o trabalho dos vereadores esteja resumido a produção de leis, isso é apenas uma parte. Os parlamentares são diariamente cobrados pela população para que solucionem os mais variados problemas, como lâmpadas quebradas, asfalto com buracos, falta de recursos para postos de saúde. Esse papel se mistura a muitas das atividades do poder executivo municipal. No entanto, trata-se de uma tendência comum: “se eu votei, vou cobrar”. Por isso, os vereadores protocolam constantemente pedidos de providências, solicitação de verbas, pedidos de informações, para melhor atender a comunidade. 

Leia também: O que você pode esperar do vereador da sua cidade?

No ano de 2018, a Câmara de vereadores esteve bastante ativa. Foram 4.155 proposições entre o período de 01/01/2018 e 31/12/2018. Veja:

Conforme relatado acima, para as demandas de infraestrutura na Cidade, os pedidos de providências foram num total de 2.841, correspondendo a cerca de 68% do gráfico.  Isso mostra que ainda a cultura de “reclamar para o vereador” acaba exigindo deles a tarefa de solicitar ao Executivo que “realize determinadas tarefas”. 

Aquilo que compõe o quadro “leis“, como comumente chamado, é num total de 408, cerca de 10% da atividade parlamentar. 

Previous ArticleNext Article

Responder