Resumo da Sessão Plenária de 20/02/2019

Grande Expediente

No primeiro Grande Expediente de 2019, Patric Cavalcanti (DEM) apresentou as principais ações do seu gabinete, além de realizar um balanço dos seus 10 anos de vida pública, já na terceira legislatura.

Leia mais em: Patric faz um balanço dos seus 10 anos de atividade pública

Saúde

Luiz Miguel Scheis (PDT), seguindo a fala de Rufa (PP), não poupou críticas à situação da saúde em Passo Fundo. Para o parlamentar: “Eu não entendo como essa Secretária de Saúde incompetente se mantém no cargo”. Há falta de médicos, dentistas, enfermeiros e demais profissionais da saúde no Município. 

Pichações

Ronaldo Rosa (SD) relatou que muitas lojas da Rua Moron sofreram ataques de pichadores nas fachadas. A Lei 5363/2018, de sua autoria, um programa de combate a pichações, foi aprovada no ano passado para tentar  coibir tais ações. Para o vereador, com a instalação de câmeras do Projeto Guardião, será possível identificar quem são os infratores. 

Gastos em publicidade e propaganda

Tchequinho (PSB) falou sobre seu projeto que visa limitar os gastos do Poder Executivo em publicidade e propaganda. Trata-se do PL 08/2019. Para o vereador, os novos tempos exigem contenção de gastos para áreas mais necessitadas. “O político que quer fazer publicidade, que faça com seus próprios recursos”, destacou. Em quatro anos, foram gastos aproximadamente 10 milhões dos cofres públicos em mídia. 

Proposições desarquivadas

Seis proposições tiveram o desarquivamento aprovado. Com exceção do Projeto de Lei Complementar nº. 003/2018 que “Cria Zona de Uso Especial (ZUE), constante na Lei Complementar nº 170, de 09 de outubro de 2006, para a implantação de atividade de extração de rocha basáltica e britagem”, de Patric Cavalcanti, os demais versam sobre nomes de ruas e homenagem. 

Previous ArticleNext Article

Responder