Resumo da Sessão Plenária de 20/03/2019

Grande Expediente

Rudimar dos Santos (PCdoB) foi o orador do Grande Expediente da Sessão Plenária de 20/03/2019 da Câmara de Vereadores de Passo Fundo. Em especial, tratou da mesma questão fundiária, mas agora em torno das famílias que vivem próximas aos trilhos em Passo Fundo. São cerca de 2 mil famílias, conforme informou.

Proposições

Na pauta da Sessão Plenária do dia 20/03/2019 da Câmara de Vereadores de Passo Fundo constaram três moções para votação, que foram propostas por vários vereadores em conjunto, além de um pedido de desarquivamento. As proposições foram aprovadas com unanimidade. 

O desarquivamento na pauta era em relação ao PL 023/2017, de autoria do gabinete do vereador Renato Tiecher, que proíbe o uso de celular durante as aulas nas escolas públicas da rede municipal de ensino na cidade de Passo Fundo. Esta iniciativa tem o objetivo de dar mais qualidade no ensino fazendo com que os alunos tenham mais concentração nas aulas. Abaixo, Tchequinho fala sobre sua proposta:

 

A primeira, a Moção 001/2019, referente-se à intenção do Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, em aprovar a Proposta de Emenda à Constituição – PEC 272/2019 – referente à retirada da realização obrigatório do Plebiscito para federalização, ou alienação, ou privatização das Empresas estatais do Estado Rio Grande do Sul: Grupo CEEE ( CEEE-GT e CEEE-D), Sulgas e Companhia Rio Grandense de Mineração ( CRM). Abaixo, o vereador Patric Cavalcanti fala sobre o assunto:

 

A segunda, a Moção 002/2019, é pela permanência em Passo Fundo dos novos policiais militares que estão em treinamento. São aproximadamente 90 novos brigadianos que poderão ser incorporados ao efetivo do CRPO Planalto, 3RPMon, Batalhão Rodoviário, Ambiental e BOE.

A última, a Moção 003/2019, é de repúdio ao ato do Ministro da Economia Paulo Guedes que propõe terminar com as receitas vinculadas para saúde e educação, pois são setores importantes e indispensáveis à sociedade. Ainda, a determinação de investimento mínimo previsto na Constituição foi uma das maiores conquistas da “Constituição Cidadã” de 1988.

 

Previous ArticleNext Article

Responder