Sessão Plenária de 16/09/2019 no CTG Dom Luiz Felipe de Nadal

A Câmara de Vereadores de Passo Fundo realizou, fora do Plenário, pela quinta edição consecutiva, uma Sessão Plenária em uma entidade tradicionalista. Desta vez, a sede foi o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Dom Luiz Felipe de Nadal, definida pelo critério de idade cronológica

Apresentações

Dentre as apresentações tradicionalistas da tarde, o músico passo-fundense Carlão e sua filha Matiele apresentaram a música “Troféu de Motorista”. Também, o Velho Milongueiro, um dos grandes compositores e cantores de música gaúcha do Rio Grande, também participou da homenagem interpretando a canção “Oração de Gaúcho”, com a qual ganharam dois discos de ouro.

Edição especial

De acordo com o presidente da Câmara, vereador Fernando Rigon (PSDB), a Sessão Plenária no CTG é realizada por meio de uma resolução entre a Casa e a 7ª Região Tradicionalista de Passo Fundo. Para o vereador, a iniciativa visa aproximar a comunidade do Legislativo e permitir que o público presente possa conhecer o funcionamento da Câmara. 

O patrão do CTG Dom Luiz Felipe de Nadal, Juliano Salles, chamou atenção para a entidade que completa 48 anos de fundação, destacando a iniciativa da realização de uma sessão plenária em ambientes comunitários. 

Depois da fala do vice-prefeito municipal, João Pedro Souza Nunes, no ato representando o Poder Executivo Municipal, a coordenadora da 7ª Região Tradicionalista, Gilda Galeazzi, fez uso da palavra, destacando a valorização do Poder Legislativo perante a comunidade tradicionalista.

Grande Expediente

Leandro Rosso (Republicanos) falou sobre a importância do Tradicionalismo para o Rio Grande do Sul, sobretudo neste mês de setembro, com muitas comemorações no Estado. Ainda, durante o seu Grande Expediente, concedeu uma honraria ao grupo Cavaleiros do Planalto Médio. 

Sistema Municipal de Cultura

Aprovado o PL 65/2019, de autoria do Poder Executivo Municipal, que propõe-se a alterar os artigos 40, inciso I e artigos 56, 57 , 58 e 59 todos da Lei Ordinária n.º 5.183/2016, para melhor qualificar o Sistema Municipal de Cultura.

Previous ArticleNext Article

Responder