Agora livre, José Dirceu dispara: “Vamos retomar o governo do Brasil”

A recente decisão do STF sobre a prisão em segunda instância já libertou uma cúpula que há tempos vislumbrava o sol quadrado. A vontade das ruas foi completamente ignorada, o trabalho da Lava Jato esfriado com 6 votos e a comemoração dos vermelhos virou festa de campeão de Copa do Mundo.

Leia também: Quem ainda acredita no STF?

A cúpula petista não saiu da prisão para passar mais tempo com a família, pagar penitência ou se arrepender pelos pecados cometidos. Saíram para com o que lhes resta de fôlego (pois já não são jovens há muito tempo) incendiar os ânimos da militância que não vê a hora de resgatar os velhos tempos de farra com dinheiro público.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados pode votar nesta segunda-feira (11) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 410/18, que deixa clara, no texto constitucional, a possibilidade da prisão após condenação em segunda instância. A relatora da proposta, deputada Caroline de Toni (PSL-SC), já apresentou parecer favorável à admissibilidade da PEC. Mas o sistema jurídico brasileiro fará valer os efeitos da retroatividade da lei penal em benefício do réu.

Leia também: CCJ poderá votar na PEC da prisão em segunda instância nesta segunda (11)

Lula saiu da prisão no dia seguinte após o ministro José Dias Toffoli bater o martelo e alterar o posicionamento da Corte. Lula prometeu que não criticaria Bolsonaro e seus ministros, mas a bravata não durou 24 horas. Já rouco, velho e sem a disposição dos tempos de sindicalista, o ex-presidente disse que Bolsonaro deve parar de governar o Brasil para milicianos. Esse será o tom a partir de agora.

José Dirceu, considerado o cabeça e o coordenador desse trabalho de intelligentsia petista, já gravou vídeo dizendo que a velha cúpula quer retomar o poder no Brasil e instaurar o mesmo socialismo que condenou a população venezuelana a catarem comida nos lixos como cães.

Embora não gozem da popularidade de outrora, Lula, José Dirceu e outros tantos criminosos condenados “anistiados” pelo STF seguirão em liberdade para atrapalhar todo projeto de desenvolvimento do Brasil. Agora que o país resgata a confiança, que a economia volta a crescer e que os índices de criminalidade estão diminuindo, volta-se um passo. A população de bem, no entanto, está descontente. Certamente essa leva de criminosos libertados não terão sossego pelas ruas de um Brasil que voltou a ter autoestima.

Previous ArticleNext Article

Responder