fbpx

Bolsonaro acaba com o sonho socialista do “chip estatal” e liquida a CEITEC, menina dos olhos de Beto Albuquerque

ceitec

Estatal tem cargos de indicação política com altos salários e desempenho financeiro de dar pena, com prejuízos milionários e históricas denúncias de corrupção

O Governo Federal vai acabar com a CEITEC, a estatal localizada no Rio Grande do Sul que nasceu nos tempos de Olívio Dutra e levou um upgrade no governo Lula. A decisão saiu de uma reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) realizada no dia 9 de junho.

O Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec) começou a ganhar forma no governo Olívio Dutra no início dos anos 2000. Seu primeiro Conselho de Administração tinha empresários, sindicalistas, políticos e pesquisadores com o sonho de fabricar um chip made in Brazil, produzido em Porto Alegre e ser âncora da indústria eletrônica brasileira, revolucionando a economia gaúcha. Outras centenas de chavões estatais foram usados na época para anunciar o grande empreendimento.

O site oficial do Governo gaúcho deu destaque em abril de 2020:

“Foi constituído hoje (29), o Conselho de Administração, do Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec). O primeiro centro de microeletrônica do hemisfério sul começará a produzir chips em Porto Alegre no início de 2004. O resultado será a modernização de todo o parque produtivo do Estado, que passará a ser referência na América Latina e no hemisfério sul. É também um meio de geração de renda espraiada e incentivo à pesquisa e ao conhecimento, destacou o governador Olívio Dutra, na assembléia que constituiu o Ceitec entidade civil, realizada no Theatro São Pedro”. (Os destaques são nossos e a íntegra está neste link.)

Em 2005, o CEITEC começou a atuar na forma de centro de design dentro do parque tecnológico da UFRGS e, em 2008, foi absorvido pelo Governo Federal, virando uma empresa pública, a CEITEC SA. Em 2011, a Revista Isto é fez denúncia de irregularidades na reportagem Fábrica de Ilusões, apontando prejuízos, aditivos obscuros em contratos, erros na obra da sede e um desabafo do ex-presidente importado da Alemanha, Eduard R. Weichselbaumer. O Blog do jornalista Políbio Braga também repercutiu o caso no mesmo ano em “Ex-presidente confirma que a fábrica gaúcha de chips não funciona e foi um antro de malfeitorias.

Lula, Dilma, Beto e outros em inauguração no CEITEC em 2010. Foto: Marprom Comunicação e Marketing.

O primeiro chip de fato só seria fabricado em 2012. Uma timeline de realizações pode ser vista no site da própria CEITEC que revela a marca de 110 milhões de chips produzidos até o ano de 2019, principalmente em soluções de RFID para tecnologia de identificação.

A menina dos olhos de Beto Albuquerque

Só pela quantidade de textos que fazem menção ao assunto (mais de 100) no site oficial do ex-deputado federal Beto Albuquerque, dá para se ter uma ideia do interesse do político no tema e o orgulho do mesmo em ter participado deste empreendimento onde PT é pai e PSB é mãe. De um dos textos, retiramos:

“O processo de criação do Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada S.A. (CEITEC), inaugurado pelo presidente Lula este ano, em Porto Alegre, teve a participação direta do deputado federal Beto Albuquerque e de seu partido, o PSB.O parlamentar gaúcho foi relator do projeto que autorizou a criação da empresa na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara e acompanhou todo o processo de construção e implantação do CEITEC. Beto destaca que a empresa é um orgulho para o PSB, partido que desde o início do governo Lula comanda o Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), ao qual a fábrica é vinculada. Trabalhamos com total empenho para criar o CEITEC e ver a execução da obra, o que torna o dia de hoje extremamente importante para todos nós, afirma Beto.”

O CEITEC na reunião do PPI

O Powerpoint da reunião onde foi decidido o destino do CEITEC exibiu informações importantes sobre o desempenho da estatal, como a situação econômico-financeira.

Quem sobrevive tanto tempo com um resultado assim? Uma estatal.

Cargos em comissão com salário acima do que é pago ao governador do Estado

A estatal CEITEC tem prejuízo ao longo dos anos, mas paga muito bem. Na folha de maio de 2020, é possível encontrar cargos de confiança com salários de quase R$ 30 mil. Para puro efeito de comparação – já que estamos falando de uma estatal federal – é muito acima do que é pago para o governador do Estado, R$ 25,3 mil (bruto).

Sim, é o Zachia que você estão pensando. Saiba mais em Fábrica de chips do RS, Ceitec não escapa do loteamento político, na Gaúcha ZH.

Alguns trâmites políticos ainda serão realizados até a liquidação total da CEITEC e a exoneração dos funcionários, podendo haver reviravoltas na decisão e até preservação de algumas funções com outra modalidade jurídica. Aos defensores do Estado forte e fabricante de chips, fica no ar a pergunta: o que a iniciativa privada teria feito com todo o dinheiro gasto nesta aventura socialista? Com certeza, muito mais (e pagando impostos).

Previous ArticleNext Article

Responder