Entre em contato

Geral

Paula Lavigne, a censuradora de biografias não autorizadas, agora tenta posar de defensora da liberdade expressão

Publicado

on

Não demorou para que parte da classe artística se organizasse no sentido de criar uma contra mobilização em favor das exposições culturais de cunho sexual, alvo de enorme rejeição por parte da sociedade. Reunidos na casa da produtora Paula Lavigne, lançaram uma campanha intitulada “#342artes – Contra a censura e a difamação”.

Eu lembro de Paula Lavigne e do que ela fez verão passado: foi uma das mais enérgicas adversárias da publicação de biografias não autorizadas. Era a face mais beligerante da Associação Procure Saber, que também tinha entre seus membros várias das figurinhas comuns de nosso show business

Até esses dias queria imperdir escritores de publicarem trabalhos de pesquisa sobre a vida de figuras públicas como o cantor Roberto Carlos. Na prática, o que ela e seus coleguinhas queriam era a censura de livros e a restrição de circulação de informação no mercado editorial. Eis aí a autoridade moral dessa pretensa defensora da liberdade de expressão.

 

Continue Lendo
Clique Para Comentar

Deixe um Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2021. Lócus Online.