Resumo da Sessão Plenária de 08/07/2019

A seguir, os principais destaques da Sessão Plenária do dia 08/07/2019 da Câmara de Vereadores de Passo Fundo. 

Grande Expediente

Leandro Rosso (PRB) foi o Orador do Grande Expediente desta Sessão. Inclusão digital nas áreas rurais, legislação voltada para os idosos e Gabinete da Leitura foram os principais assuntos discutidos na tribuna.

Na última quinta-feira (11) foi realizada a 12ª edição do Gabinete da Leitura. Desta vez, entretanto, com uma proposta diferente, voltada para distribuir livros de autoajuda, de religião e ligados à espiritualidade. Foram doados oitenta livros ao espaço de convivência do Hospital Municipal Dr. Cesar Santos. Para Rosso, a leitura é também uma companhia para os momentos difíceis. Mais de mil livros já foram entregues em Passo Fundo por iniciativa do Gabinete. 

Leandro falou ainda de um Projeto de Lei de sua autoria que trata da fixação de cartaz para alertar sobre a preferência no atendimento às pessoas acima de 80 anos nos hospitais e unidades de saúde. O que o motivou decorre do desrespeito que vem sendo observado apenas na área da saúde, pois em locais como agências bancárias e lotéricas a preferência dos idosos vem sendo cumprida. A lei, se aprovada,  deverá ficar visível em hospitais e unidades de saúde do município para chamar a atenção da população e também dos servidores públicos, garantindo o seu cumprimento. 

Por fim, Rosso tratou da inclusão digital dos moradores do interior de Passo Fundo. O parlamentar busca caminhos e projetos para que seja viabilizada a internet por meio de fibra óptica na área rural, isso porque,  além dos moradores de uma forma em geral, existem empresas familiares, grandes produtores e escolas que necessitam de internet de qualidade.

 Polêmica

Um projeto havia sido submetido em regime de urgência na Casa. Trata-se do PLC 05/2019, de autoria do Poder Executivo Municipal, para alteração dos valores de multas, juros e outros pelo atraso em pagamento de tributos e penalidade pecuniárias. 

Dado a complexidade do tema, a equipe da Lócus publicará ainda nesta semana tratando com detalhes do assunto. Mesmo assim, vale destacar que o vereador Luiz Miguel Scheis (PDT) liderou os demais parlamentares para evitar a votação deste projeto, pois, para ele, prejudicava justamente a parcela da população em piores condições financeiras. 

Rua Independência

Paulo Neckle (MDB) relatou novas denúncias de algazarras na Rua Independência. Circulou em grupos de whatsapp filmagens com cenas de sexo na rua. Ainda, de acordo com o parlamentar, os inúmeros problemas já relatados pela população do local seguem longe de serem sanados. 

Pardais nas estradas

João dos Santos (PSDB) se pronunciou sobre a retirada dos pardais que estão acontecendo em muitas estradas brasileiras. Para ele, é importante porque as multas pesam sobre o bolso dos motoristas. Mesmo assim, relatou recente acidente envolvendo um veículo que freou sobre um dos equipamentos que já estava desativado, gerando um acidente com mortes. Santos sugeriu que os pardais e lombadas desativados sejam retirados para evitar outros casos semelhantes. 

Aeroporto

Marcio Patussi (PDT) cobrou mobilização dos parlamentares para que pressionem a Secretaria Estadual dos Transportes para que a reforma no Aeroporto Lauro Kortz finalmente comece. O início está previsto para o mês de agosto. 

Cemitérios

Ronaldo Rosa (SD) vem abordando a questão da falta de espaço e a falta de cuidado dos cemitérios municipais. Em Passo Fundo, em média, há 120 sepultamento por mês. Para o parlamentar, o assunto demanda urgência, pois já está se tornando uma situação de descaso público com a população. 

Luciano Azevedo

Uma pesquisa foi recentemente divulgada pela Uirapuru sobre a popularidade do Prefeito. De acordo com a Rádio, Luciano Azevedo foi considerado o melhor prefeito de Passo Fundo dos últimos tempos, com 55% dos votos.

Tchequinho (PSL) levou a questão para a tribuna. Apontou a contradição da matéria. Após divulgado nas redes sociais, todos os comentários presentes era de repúdio à gestão municipal. Para ele, trata-se de outra pesquisa paga pelo Poder Executivo Municipal. Nas suas palavras, foi apenas um “Manchetaço”. 

Videomonitoramento

Luiz Miguel Scheis (PDT) voltou a tratar do polêmico “desvio de finalidade” que tem sido dado ao videomonitoramento na cidade, sobretudo na região do Centro. A ideia sempre foi coibir a criminalidade e melhorar a segurança pública. No entanto, agora, quer-se utiliza-las para multas de trânsito. A situação, para o parlamentar, é inaceitável, e vai procurar meios legais para resolver a situação. 

 

Previous ArticleNext Article

Responder