Entre em contato

Estaduais/RS

Confira quanto foi gasto em diárias por “cidade-destino” em 2019

Publicado

on

gasto em diárias

Dados da Transparência do Governo do Estado do Rio Grande do Sul mostram origem e destino dos viajantes que retiraram diárias neste ano. Até o momento foram gastos 62 milhões de reais.

Funcionários de todos os vínculos e poderes no estado do Rio Grande do Sul, bem como políticos eleitos, viajaram muito em 2019 (até o dia 12 de dezembro). Segundo dados da Transparência RS, foram gastos neste período 62 milhões de reais. Muito embora o montante não seja desprezível, ainda é inferior ao gasto do ano anterior, quando se tirou dos cofres públicos a quantia de 79 milhões no mesmo período.

O funcionário recebe diária para ir da sua cidade até o destino prestar algum serviço, fazer treinamento ou “visitar as bases”, como nas tradicionais empreitadas dos nossos deputados estaduais e seus assessores (leia Os deputados estaduais eleitos por Passo Fundo campeões nos gastos com diárias). É possível exportar os dados da Transparência e analisar os principais destinos das viagens que consumiram diárias.

Há um site específico para essa exibição, o chamado “Mapa da Transparência”. No entanto, os valores são desatualizados. Enquanto a Transparência em si aponta R$ 62 milhões, o “Mapa” lista R$ 56 milhões para 2019.

Uma parcela significativa das diárias é paga para os PMs que realizam operações especiais no litoral gaúcho (Operação Litoral). As principais cidades de veraneio dos gaúchos ficam em posições superiores na lista:


Os 30 destinos que geraram mais diárias em 2019. Além das cidades gaúchas, figuram Brasília (8o lugar com R$ 1,3 milhão), Exterior (R$ 848 mil) e São Paulo (R$ 513 mil).

Porto Alegre é a campeã absoluta: funcionários da máquina estatal receberam R$ 6,8 milhões para viajar até a capital em 2019.

Segundo o Mapa da Transparência (com R$ 6 milhões de atraso na atualização dos dados), a Operação Litoral responde por 36,55% dos gastos com diárias. Por órgãos, a Secretaria de Segurança Pública consome 52,04% dos recursos, DAER 16,54%, Secretaria da Administração Penitenciária 5,76%, DETRAN 5,27%, Secretaria da Saúde 5,04% e outros 15,35%.


Sentido inverso: as dez cidades que mais enviaram funcionários para fora em 2019. Porto Alegre também na liderança.

O gasto com diárias no Rio Grande do Sul vem caindo desde 2017, ano em que foram gastos R$ 81 milhões.
Os sites da Transparência RS e do Mapa da Transparência são boas ferramentas para a obtenção de informações sobre diversos gastos e receitas do Estado, mas ainda carecem de aprofundamento sobre as despesas, destinos e relatórios sobre cada ação executada que gerou a necessidade de diária. O sincronismo entre as atualizações também é deficiente, com grande discrepância entre os dois canais. A obtenção de informação completa só é possível pelo burocrático caminho da Lei do Acesso, um procedimento demorado e que deveria ser usado somente em casos muito específicos.

Copyright © 2021. Lócus Online.