Entre em contato

Passo Fundo

Na última Sessão do ano, dois projetos aprovados

Publicado

on

Na última Sessão (Extraordinária) do ano da Câmara de Vereadores de Passo Fundo, realizada no dia 30/12/2019, dois projetos de lei foram aprovados pelos parlamentares. Confira o teor das proposições.

IPPASSO

Aprovado o PL 114/2019, de autoria do Poder Executivo Municipal, que ALTERA DISPOSITIVOS NA LEI MUNICIPAL N.º 4.221, DE 11 DE JANEIRO DE 2005, QUE DISPÕE SOBRE O INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA SOCIAL DOS SERVIDORES TITULARES DE CARGO EFETIVO NO MUNICÍPIO DE PASSO FUNDO (IPPASSO).

A referida norma está em vigor há mais de dez anos, e nesse período muitos procedimentos administrativos tiveram que ser revistos, permanecendo na legislação artigos desatualizados e que geram interpretações dúbias ou até mesmos omissões.

A primeira alteração proposta é a alteração na exigência para assumir o cargo de presidente, criando o critério de escolaridade, uma vez que a responsabilidade sobre investimentos e gestão do instituto carece de uma qualificação mais técnica e com experiência. Com relação aos mandatos dos diretores do órgão gestor, cria-se um requisito para que os mandatos de todos coincidam a fim de padronizar e uniformizar os procedimentos formais e burocráticos resultando um melhor andamento da equipe que compõe o órgão gestor. No tocante, a recondução, constatou-se que, nos demais regimes de previdência existentes do Estado do Rio Grande do Sul, de portes semelhantes ao do IPPASSO, não há previsão de limitação de recondução. Além disso, a atual legislação é omissa quanto a remuneração a ser paga ao substituto do cargo de Presidente, nos afastamento previsto em lei, assim propõe-se essa possibilidade de remunerar quem será o substituto na mesma forma da substituição das funções gratificadas prevista na Administração Direta. Outra alteração proposta é não deixar dúvidas, na redação do artigo 12-A, a aplicação de todas as legislações, as quais são previstas para os servidores da Administração Pública, também aos servidores estatutários do IPPASSO. Ainda, está sendo previsto que o quadro auxiliar se Servidores Auxiliares será subordinado ao Órgão Gestor e não somente ao Diretor Administrativo Previdenciário, uma vez que os servidores atendem demandas relativas aos dois diretores bem como ao próprio Presidente.Quanto a alteração da forma de recondução dos membros do Comitê de Investimentos, isso se faz necessário , tendo em vista que os membros obrigatoriamente precisam ter a certificação CPA-10, CPA-20 ou CGRPPS, sendo que o IPPASSO arca com todos os custos dessa certificação, assim não é conveniente limitar a recondução dos membros, uma vez que há investimento dos recursos públicos na qualificação e certificado dos membros que compõem o comitê.

Incentivos Econômicos e Fiscais

Aprovado o PL 115/2019, de autoria do Poder Executivo Municipal, que que revoga a Lei n.º 5.025, 05 de novembro de 2013, que autoriza a concessão de incentivos econômicos e fiscais à empresa CENTENARO CAVACOS E SERRAGEM LTDA., com base nas Leis n.ºs 3.276/97, 3.340/98 e 4.360/06.

A empresa manifestou no processo administrativo 2018/4925 a necessidade de devolução da área doada, registro anterior de matrícula n.º 88.833 e atualmente correspondente à matrícula nº. 115.462, tendo em vista a perda do interesse na área. De acordo com o artigo 6º da Lei n.º 5.025/2013, estabeleceu-se que para os casos de não implementação do projeto técnico apresentado ou descumpridas as obrigações constantes na escritura pública o imóvel retornará ao patrimônio do Município sem quaisquer indenizações.

Continue Lendo
Clique Para Comentar

Deixe um Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2021. Lócus Online.