fbpx

Paisagismo da Ciclovia na Petrópolis vai custar R$ 246 mil

paisagismo

Dinheiro (que não dá em árvore) vai virar grama, arbustos e flores em projeto de embelezamento de uma das obras mais polêmicas de Passo Fundo

As obras da avenida Brasil avançam, deixando para trás um rastro de problemas e muitas questões em aberto na cabeça de quem realmente paga o serviço: o contribuinte.

Além da demora na execução e dos evidentes problemas no asfalto, a questão da drenagem e da compatibilidade do projeto publicado no Portal da Transparência já foi assunto aqui na Lócus.

Homologação: por R$ 246 mil, vence a empresa Serviplan Serviços Gerais LTDA.

O ano de 2020 começa com a incrível revelação dos gastos da Prefeitura com serviços de paisagismo para os canteiros da Avenida no Bairro Petrópolis. A  jardinagem sairá por R$ 246.034,98. Oficialmente, o nome do serviço licitado é “contratação de empresa para executar o projeto paisagístico da ciclovia no bairro Petrópolis, com o fornecimento dos materiais e da mão de obra necessários”. A tomada de preços foi a 31/2019, homologada em 16/12/2019.

 

A Prefeitura de Passo Fundo anunciou a novidade em seu site, sem mencionar os custos:

 

A Prefeitura de Passo Fundo deve iniciar nesta semana a execução do projeto de paisagismo da avenida Brasil, nos canteiros e na ciclovia no bairro Petrópolis. Foi assinado na manhã desta terça-feira (14) pelo prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, a ordem de serviço para a empresa responsável iniciar os trabalhos desde o trevo da BR 285 até a rua Castro Alves.

“É mais uma etapa dessa obra importante para toda cidade, que é o novo asfalto da avenida Brasil, e o paisagismo faz parte das melhorias, com a colocação de gramas e plantas, embelezando e dando um colorido para a ciclovia. O trecho também vai receber pintura e marcação”, disse Luciano.

Conforme o projeto de paisagismo, a empresa deve fornecer a mão de obra e materiais, compreendendo limpeza do terreno, preparação do solo e adubação, plantio de espécies vegetais e colocação de grama. Também a manutenção com irrigação e adubação durante um ano. As melhorias e implantação do paisagismo devem ser concluídas em até 30 dias, a partir da data da ordem de serviço assinada.

 

Paisagismo na Brasil: A França é aqui.

 

 

Planta de um dos canteiros da obra. Assina a arquiteta Marielen Colpani Cau e a secretária Ana Paula Wickert.

Orçamento de paisagismo e manutenção: plantas escolhidas e tratos diversos.

Este Jardim de Versalhes plantado (sem trocadilho) nos altos da Petrópolis e que custará ¼ de milhão embelezará por algum tempo uma das últimas obras do governo Luciano Azevedo, muitas vezes marcado pela insensibilidade com o dinheiro do pagador de impostos. Assim como em “Se não tem pão, que comam brioches”, nosso gestor parece ser adepto do “Se não há mais caixa, que cobrem mais IPTU”. Só que a famosa frase atribuída a Maria Antonieta nunca foi dita pela rainha. Já os carnês do IPTU, estes estão por aí: gordinhos e com um valor de perder a cabeça.

Previous ArticleNext Article

Responder