Entre em contato

Covid-19

Google homenageia criador da máscara: engenharia social?

Publicado

on

Sabemos que a máscara já se tornou uma imposição. Google não perde as datas especiais para reforçar elementos de engenharia social

Desde que a história da pandemia começou a ganhar coro em todos os meios midiáticos, o uso de máscara foi adotado imediatamente para que, segundo especialistas, a disseminação do vírus fosse contida. Meses se passaram e já ninguém mais consegue circular pelas ruas sem máscara sem que seja alvo de olhares inquisitivos. Entrar em qualquer estabelecimento comercial sem “o pano na cara”, nem pensar.

É sabido que o Google é o mecanismo de pesquisa mais usual nos dias de hoje. A cada vez que digitamos “www.google.com.br”, aparecerá a imagem do site com a homenagem do dia. Dia Internacional da Mulher, Dia da Consciência Negra, Dia Internacional do Orgulho LGBT são datas que já não podem passar batida não só pelo Google, mas de qualquer influencer ou artista que goste de posar de engajado socialmente. Hoje, no dia 10 de março de 2021, a homenagem do Google vai para o 142º aniversário do epidemiologista chinês-malaio Dr. Wu Lien-teh, que inventou uma cobertura cirúrgica para o rosto, amplamente considerada a precursora da máscara N95.

Wu Lien-teh nasceu em 10 de março de 1879 e faleceu aos 80 anos em 21 de janeiro de 1960. Ficou conhecido por seu trabalho em saúde pública e particularmente sua contribuição no combate da praga da Manchúria de 1910-1911. Além disso, Wu foi o primeiro estudante de medicina de ascendência chinesa a estudar na Universidade de Cambridge.  No inverno de 1910, Wu recebeu instruções do Ministério das Relações Exteriores para viajar a Harbin para investigar uma doença desconhecida que matou 99,9% de suas vítimas. Este foi o início do surto da peste pneumônica da Manchúria e da Mongólia, que causou a morte de 63 mil vítimas. Wu conseguiu realizar uma autópsia em uma mulher japonesa que morreu da peste. Ele verificado por meio da autópsia que a peste estava se espalhando pelo ar.

Em sua página do Doogle, o Google prestou a seguinte homenagem:

“Defensor e praticante dedicado dos avanços médicos, os esforços de Wu mudaram não apenas a saúde pública na China, mas em todo o mundo. Feliz aniversário para o homem por trás da máscara, Dr. Wu Lien-teh!”

Aproveitando a deixa, aproveitou para conscientizar sobre a importância do uso de máscaras de proteção facial:

“Usar uma máscara. Salve vidas. Como o COVID-19 continua a impactar as comunidades em todo o mundo, ajude a interromper a propagação seguindo estas etapas”.

Após os primeiros meses de pandemia, até mesmo a Organização Mundial da Saúde já se posicionou  com maior cautela em relação ao uso de máscara. No vídeo “Can masks protect against the new coronavirus infection?“, afirmou que usar uma máscara médica pode ajudar a limitar a propagação de algumas doenças respiratórias; no entanto, não é garantido que o uso de máscara isoladamente pare as infecções, e seu uso deve ser combinado com outras medidas preventivas. Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, no vídeo “WHO Director-General Dr Tedros on updated guidance on the use of masks“, apontou que o uso da máscara não é necessário em todas as situações e nem por todas as pessoas.

Controvérsias à parte, o assunto pegou de tal forma que nem mesmo a OMS, diga o que diga, será capaz de voltar atrás (pelo menos a curto prazo) e reeducar a população mundial sobre uma bandeira por ela mesma hasteada. O Google segue a cartilha social, assim como as pessoas que circulam pelas ruas. Há alternativa para aqueles que não querem usar máscara? Antes tarde do que nunca, parabéns Dr. Wu Lien-teh!

Continue Lendo

Copyright © 2021. Lócus Online.