Resumo da 1ª Sessão Plenária do dia 27/03/2019

Grande Expediente

Valdo de Moraes (PSB) não realizou seu Grande Expediente porque na quarta-feira (27) foram realizadas duas Sessões Plenárias. Em função do tempo, o vereador declinou. 

Operação Combo

Leandro Rosso (PRB) mencionou o trabalho da Operação Combo, em Passo Fundo, com foco na perturbação do sossego público, e foi assim denominada pois envolve três grandes ações: a “Balada Segura”, a fiscalização de bares (sobretudo em relação aos alvarás de funcionamentos) e, por fim, o consumo de bebidas alcoólicas em vias públicas. Conforme informações da Brigada Militar, a Operação foi exitosa, atingindo os objetivos propostos. 

Para o vereador, essa Operação somente foi necessária pelo comportamento social inadequado de algumas pessoas, que, além de não seguir as leis de uma maneira geral, perturbam o sossego dos demais.  

Abaixo, imagens da Operação:

Limpeza das ruas

João dos Santos (PSDB) parabenizou um grupo de jovens da Igreja Adventista que realizou um trabalho de recolhimento de garrafas, latas e outros materiais no final de semana na Rua Independência, um dos grandes pontos de movimento noturno em Passo Fundo.

O vereador apontou, por outro lado, que os donos dos bares também são responsáveis por esse trabalho, e não apenas a Prefeitura, e poderiam, portanto, colaborar com a limpeza pelo menos na frente dos seus estabelecimentos, quando o lixo se acumula no dia seguinte dos encontros. 

Dalla Lana (PTB) usou a tribuna para elogiar a fala de João dos Santos. No entanto, ele disse que os proprietários não podem ser punidos pelo comportamento de outras pessoas. Muitos colaboram com a limpeza, mas é difícil manter o controle da situação. 

Perturbação do sossego público

Gleison (PSB) deu seguimento ao pronunciamento realizado pelos parlamentares no mesmo sentido das ações que estão sendo realizadas em relação às denúncias sobre a perturbação do sossego público em determinados pontos da cidade. Para o vereador, nesses lugares há consumo de bebidas por menores de idade, tráfico de drogas e outros delitos. 

Celular nas escolas 

Em primeira discussão, estava na pauta o PL 23/2017 do vereador Renato Tiecher (PSB), que quer proibir o uso de aparelhos celulares nas escolas municipais de Passo Fundo. Esta iniciativa tem o objetivo de dar mais qualidade no ensino fazendo com que os alunos tenham mais concentração nas aulas. Para o vereador, o celular não soma em nada quanto ao aprendizado nas escolas. Abaixo, veja o trecho da fala do autor do projeto:

 

Em seguida, Alex Necker (PCdoB) disse que, embora o desarquivamento do projeto tenha sido aprovado, isso não significa que a Câmara tenha decidido sobre o assunto. Para ele, é uma oportunidade de receber a comunidade e discutir o tema com maior segurança. A Câmara, para o vereador, é um mediador das demandas da sociedade. Ainda, lembrou que o aparelho pode ser um auxiliar no processo educacional, por isso a classe dos professores devem ser ouvida. 

 

Homenagem

Luiz Miguel Scheis (PDT) usou a tribuna para homenagear Heitor Dall’Agnol Farias (imagem abaixo), piloto mirim de Passo Fundo que participa de competições de automobilismo pelo Brasil. Já possui 19 títulos nacionais.

Vídeo da Sessão completa

Previous ArticleNext Article

Responder