Entre em contato
inteligência artificial inteligência artificial

Passo Fundo

A inteligência artificial poderá substituir os políticos?

Publicado

on

Começando pelas prefeituras, o setor público receberá inovações que deverão evoluir até os gabinetes dos prefeitos. Uma vez lá dentro, a inteligência artificial tornará obsoletas muitas das rotinas de um gestor público.

Se o sistema político criou uma lei de “responsabilidade fiscal” para controlar os gastos até patamares fixos, muito em breve deverá flertar com a criação de limites para a o papel dos computadores na Administração Pública. A “classe política” está em risco e, ironicamente, as ferramentas computacionais que serão usadas daqui para frente nas campanhas eleitorais serão as avós dos complexos e eficientes sistemas para a melhora do trabalho dos políticos eleitos, especialmente no Executivo.

A internet e as redes sociais entraram timidamente nas campanhas políticas, limitadas pelo descrédito da maioria dos partidos ou pela regulação excessiva das leis eleitorais. Em um primeiro momento, as redes foram usadas como uma espécie de “cópia digital” de santinhos e pedidos repetitivos de votos, com candidatos resistentes ao uso do vídeo nas campanhas até mesmo nos últimos pleitos de 2014 e 2016, enquanto disputavam no tapa o tempo de TV na propaganda convencional, não raramente em espúrias coligações.

As tecnologias que analisam enormes quantidades de dados de diversas origens, observado e definindo as melhores respostas para os problemas em diversas áreas do conhecimento, também já se aplicam na política. Na última eleição americana e em diversos pleitos europeus, muito do que foi dito em campanha foi analisado por computadores, baseado em dados diversos do eleitorado ou da sociedade como um todo (inclua aí os não votantes ou registrados).

Como aqui no Brasil a estratégia política quase nunca é pensada de forma permanente – apenas no curto período do anúncio de candidaturas e suas coligações até o último dia para o candidato pedir um voto – a possibilidade do uso de big data e inteligência artificial de forma séria por indivíduos ainda é restrita aos early adopters. Situação que deve mudar, através da contratação de consultorias capazes de tratar informações no atacado e vender no varejo do marketing político, para quem quiser pagar.

A inteligência artificial deu um enorme salto nos últimos anos, saindo dos laboratórios para as aplicações práticas no dia a dia. Veículos autônomos já apresentam bom desempenho e seguem recebendo enormes investimentos em pesquisas. Um sistema desenvolvido pela DeepMind (empresa adquirida pelo Google em 2014) venceu várias vezes o campeão do mundo em um jogo de tabuleiro chamado “Go”, muito popular na Ásia. A façanha virou documentário na Netflix.

Mas o que carros sem motorista e joguinhos de tabuleiro possuem em comum com a Administração Pública? Muito mais do que se imagina. Vários setores de um município como o de Passo Fundo possuem o potencial para observar e coletar milhões de dados sobre a cidade, desde os ônibus com câmeras para gravar a movimentação de pessoas e o comportamento do trânsito (adicione as leituras constantes das lombadas eletrônicas e das câmeras de segurança) até o fluxo diário de impostos via nota eletrônica, separados por setor da economia. Da cobrança mais justa do IPTU até a cooperação entre outras agências e governos, passando pelo atendimento ao público através de bots telefônicos ou em chats online. Tudo pode gerar dados para a futura análise e condução de políticas públicas. E de fato melhorar a vida das pessoas.

inteligência artificial monitorando o trânsitoA “visão” de um sistema que analisa o trânsito de uma cidade, 24 horas por dia. Computadores dão um banho em humanos quando o assunto é engenharia de tráfego, até mesmo em cenários medonhos como o de Passo Fundo. Fonte: Texas Advanced Computing Center.

Uma comunidade que reforça suas leis, regulamentos e até mesmo defende sua cultura e modo de vida através do crivo da inteligência artificial acaba retirando o poder do político e colocando a responsabilidade de volta em suas próprias mãos. É o fim do jeitinho, dos arranjos administrativos com fins eleitorais e da elevação do homem público como o uma espécie de super-herói que executou o óbvio (mas é celebrado como inovador). Junto com este deslocamento de forças, tornam-se inúteis uma infinidade de cargos públicos e suas respectivas trocas de favores.

Não se trata de futurismo barato: a consultoria Deloitte aponta que as tecnologias cognitivas poderão resultar uma economia anual de até 41 bilhões de dólares e 1,2 bilhão de horas de trabalho no setor público americano, apenas com a automação de determinados trabalhos repetitivos.

Também não é caso para alarmismos com uma suposta onda de tecnocracia (com t maiúsculo ou minúsculo). A inteligência artificial existe para melhorar processos, economizar dinheiro e promover o crescimento também das comunidades e seus órgãos, tornando-os mais eficientes.

Sobre a demora para a adoção destas tecnologias, tudo depende da cultura: se hoje a comunidade ainda não traça um paralelo entre os esforços e recursos gastos em uma campanha eleitoral e a falta deste mesmo empenho nas práticas públicas, logo começará a notar que determinado político usou sistemas complexos de análise de informações para descobrir a vontade de grupos de eleitores e moldar o discurso, mas, quando eleito, não consegue encontrar o buraco na rua ou a lâmpada queimada.

Acompanhe mais notícias de Passo Fundo: http://www.locusonline.com.br/jesael/

 

 

Continue Lendo
Comentários

Passo Fundo

Orçamento municipal na pauta da Câmara

Publicado

on

A seguir, os destaques da Sessão Plenária do dia 13 de outubro, nesta quarta-feira, na Câmara de Vereadores de Passo Fundo

Tribuna Popular

A convite do vereador Alberi Grando (MDB), o espaço da Tribuna Popular foi ocupado pela professora Flávia Stefanello, do Instituto Educacional Metodista de Passo Fundo, quando falou sobre o projeto Mão na Terra, ação de educação ambiental e sustentabilidade em curso na escola. Com a criação de um ECOPONTO, uma das principais ações, é feito o gerenciamento dos resíduos sólidos recicláveis, em parceria com as cooperativas, além do gerenciamento de resíduos orgânicos. O que é produzido vira adubo para a horta da escola.

Grande Expediente

Janaína Portella (MDB) falou sobre as ações do seu mandato, com iniciativas voltadas à educação, violência contra mulher e indicações de melhorias nos espaços públicos.

LOA

Os parlamentares discutiram matérias que tratam de vetos do Executivo Municipal a emendas destinadas pelos vereadores ao Plano Plurianual (PPA) 2022-2025 e à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022. Os parlamentares também aprovaram o calendário de tramitação do Projeto de Lei, de autoria do Executivo, que trata das receitas e despesas municipais para 2022.  A proposta passará a tramitar na Câmara, com avaliação da Procuradoria e da Comissão de Finanças, Planejamento e Controle (CFPC). Conforme o calendário, a Câmara tem até o próximo dia 29 de novembro para enviar a matéria com as devidas propostas de alterações feitas pelos vereadores ao Executivo.

Vetos

Vereadora Regina (PDT) apontou que as demandas da comunidades realizadas durante audiências públicas acabam ignoradas nas propostas orçamentárias (LOA), o que acaba sendo um desrespeito com o público que participa das discussões. Para ela, trata-se de um constrangimento desnecessário.

Wilson Lill (PSB) apontou que muitas das indicações feitas por vereadores já estavam no programa de governo do prefeito Pedro Almeida. É necessário, portanto, que os parlamentares conheçam os projetos em curso para que não proponham o mesmo.

Senado Federal

Rodinei Candeia (PSL) criticou o atraso na sabatina de André Mendonça ao STF.  O Ministro Ricardo Lewandowski negou pedido para marcar a sabatina na CCJ de indicado do presidente Jair Bolsonaro para uma vaga na Corte recentemente. O nome de André Mendonça, ex-advogado-geral da União e ex-ministro da Justiça, foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal (STF) ainda no mês de julho. A comunicação chegou à Comissão em agosto. No entanto, o presidente da CCJ, senador Davi Alcolumbre, ainda não agendou a reunião de sabatina. Para Candeia, isso mostra cada vez mais a desarmonia entre os Poderes e um verdadeiro ataque à democracia brasileira.

Ação Social

Gio Krug (PSD) enalteceu a atitude da Brigada Militar em algumas cidades do Estado (Passo Fundo e Caxias) ao promover o Dia das Crianças a comunidades carentes. Para o parlamentar, isso é uma forma de aproximar a população do papel que a polícia exerce na sociedade: “A criança no subúrbio cresce com uma imagem errada da polícia, e isso a gente não pode deixar acontecer”.

Passaporte Sanitário

Ada Munaretto (PL) apontou a importância da audiência pública que irá ocorrer na Assembleia Legislativa do RS, no dia 20 de outubro, sobre a imposição do passaporte sanitário. Para a vereadora, é importante que a comunidade acompanhe e participe das discussões, pois está em jogo um ataque à Constituição e às liberdades individuais.

Vídeo da Sessão Completa

Continue Lendo

Passo Fundo

Tchequinho: “Esse governador não passa de um ditadorzinho”

Publicado

on

A seguir, os destaques da Sessão Plenária desta quarta-feira (06) da Câmara de Vereadores de Passo Fundo

Grande Expediente

Indiomar dos Santos (SOLIDARIEDADE) deu destaque à necessidade em ouvir as demandas e sugestões dos empreendedores locais, a fim de buscar melhorias para o setor. Em conversas com empresários, apontou as inúmeras demandas recebidas do setor.

Passaporte sanitário

Tchequinho (PSC) criticou a implementação de passaporte sanitário pelo governador Eduardo Leite: “Não passa de um ditadorzinho”. Destacou que o dinheiro enviado por Bolsonaro para combater a pandemia foi usado por Leite para pagar o funcionalismo público.

Doulas

Derrubado o Veto Total do Executivo ao Projeto de Lei (PL) nº 12/2021, de autoria do vereador Gio Krug (PSD), que trata obrigatoriedade das maternidades, casas de parto e estabelecimentos hospitalares congêneres da rede pública e privada de Passo Fundo, em permitir a presença de doulas durante o período de trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, sempre que solicitadas pela parturiente.

Na justificativa de veto do Executivo, ressaltou-se que não há, até o momento, uma legislação federal nem estadual que regulamente a profissão. Ela ainda lembra que a profissão não consta na “Tabela SUS”, inviabilizando remuneração às profissionais, de modo que a matéria, segundo o parecer, contém vício de ilegalidade e inconstitucionalidade.

Conselho Municipal da Juventude

Aprovado o Projeto de Lei (PL) nº 28/2021, de autoria do Poder Executivo, que cria o Conselho Municipal da Juventude de Passo Fundo. De acordo com a justificativa, o intuito é criar um órgão colegiado paritário formado pela sociedade civil organizada e do poder público para auxiliar os gestores de cada cidade na implementação de políticas públicas direcionadas à juventude. Ela acrescenta que o conselho servirá como um elo direto entre a juventude e os poderes constituídos no Município, como um instrumento facilitador da execução dos projetos voltados para a juventude. O texto ainda salienta que um dos principais objetivos do Conselho é participar da elaboração de políticas públicas da juventude, em colaboração com os órgãos públicos municipais, estaduais e federais, bem como estudar, analisar, elaborar, discutir e propor planos, programas e projetos relativos à juventude do município.

Vídeo da Sessão

Continue Lendo

Passo Fundo

Vereador Gio Krug promove seminário de autodefesa e tiro feminino

Publicado

on

O evento é gratuito. Com mais de 200 inscritos até o momento, serão sorteadas 30 vagas

Em tempos de violência e constantes projetos com o intuito de arrefecer os dados relacionados à violência contra a mulher, mais do que outra política pública, faz-se necessário estimular ações práticas, para que as mulheres possam também buscar alternativas diante desse cenário.

Levando isso em consideração, o vereador Gio Krug (PSD), que fez carreira na Polícia Militar, promove o 1º Workshop de Autodefesa e Tiro Feminino. O evento terá como palestrantes a delegada Rafaela Bier e a tenente Fabiane Chaves.

O evento será realizado no dia 16 de outubro, às 9h, na sede da ABAMF. Em contato com a equipe da Lócus, o vereador informou que serão sorteadas apenas 30 vagas entre os inscritos.

Para participar:
1° segui o perfildo vereador Gio Krug no Instagram;
2° curte a publicação;
3° compartilha a publicação nos stories, marcando o perfil indicado;
4° preenche o formulário no link abaixo:

https://forms.gle/UtPmjVjos3eCcBKt8

Continue Lendo

Assine nossa newsletter

* indicates required

Mais Acessados

Copyright © 2021. Lócus Online.