Pedido de impeachment do prefeito Luciano Azevedo é protocolado na Câmara

impeachment do prefeito Luciano Azevedo

Pedido partiu da Associação dos Moradores e Amigos do Centro (AMAC) e é assinado por seu presidente, José Rodrigo Santos.

Passado o processo eleitoral que mudou o cenário político local, nota-se que o breve tempo entre o final do pleito e as posses dos eleitos não será tranquilo na cidade de Passo Fundo: um pedido de impeachment do prefeito Luciano Azevedo foi protocolado na Câmara de Vereadores no final da manhã do dia 22 de novembro.

Responsável pelo pedido, a AMAC, na pessoa do seu presidente José Rodrigo dos Santos, alega que o gestor possivelmente praticou atos que “importam em responsabilidade”, especificamente no caso da doação de terreno para a empresa americana Manitowoc.

 

O pedido de impeachment: em três folhas, as razões para retirar o prefeito do cargo.

A questão da Manitowoc já foi assunto aqui no Lócus por diversas vezes, em informativos da Câmara (aqui e aqui) ou em artigo que explorou as relações da empresa com o Município, um típico caso de compadrio. Acesse “Manitowoc, a amigona dos socialistas gaúchos que virou um problemão“.

Nós vamos acompanhar de perto a questão do impeachment do prefeito de Passo Fundo, se o mesmo passará do carimbo no protocolo e se a casa dará prosseguimento. Fiquem ligados!

Previous ArticleNext Article

Responder